Guedes diz que recuperação da economia está em "ritmo interessante"

O ministro afirmou que a reabertura dos setores da sociedade está influenciando no ritmo da recuperação econômica do país. Saiba mais!

Guedes diz que recuperação da economia está em ritmo interessante: enquadramento médio em Paulo Guedes. Ele está sentado com um microfone em sua frente

Atualmente, o Ministério da Economia projeta uma queda de 4,7% no PIB de 2020. - Foto: Anderson Riedel/ Palácio do Planalto

Em entrevista concedida para a Jovem Pan na última quarta-feira (15/07), Paulo Guedes afirmou que vê o cenário econômico se desenvolvendo ao longo das próximas semanas. O ministro disse que a recuperação da economia “está vindo em um ritmo interessante”, especialmente pela reabertura gradual de diversos setores da sociedade brasileira.

"As previsões agora [para o PIB em 2020] já foram revistas para -6%. Agora, já tem gente falando que seja uma queda de 4%, pois há sinais interessantes acontecendo", argumentou durante a entrevista.

Acompanhe a matéria completa e fique por dentro de mais detalhes sobre o assunto. Não se esqueça de conferir outros conteúdos de nosso site, como simulados e artigos. Temos certeza de que existe um material feito especialmente para você!

Outras projeções para a recuperação da economia brasileira

A equipe de Paulo Guedes destacou que o aperfeiçoamento dos indicadores corresponde ao reflexo das políticas adotadas desde então. Na última quarta-feira (15/07), a pasta continuou projetando uma queda de 4,7% para o PIB de 2020. O secretário de Política Econômica ainda disse que as estimativas de queda em mais de 6,5% precisariam ser revistas “com razoável grau de certeza”.

Entretanto, mesmo com as projeções otimistas de Paulo Guedes, o mercado não considera que o PIB do país conseguirá se estabilizar ainda neste ano. Uma recente pesquisa do Bank of America denota que a maioria dos gestores (63%) só acredita em recuperação econômica em 2022.

Além do mais, outros 25% dos entrevistados especulam que o PIB brasileiro passará por dificuldades durante um prazo maior. Eles acreditam que a recuperação econômica só possa ocorrer a partir de 2023 ou mesmo em anos posteriores. Desde o início de 2020, este é o momento de maior desconfiança na recuperação econômica do país.

Leia mais:

Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »