Indústria do Petróleo: contratação de 212 mil novos trabalhadores

Perspectivas promissoras do Prominp é que a Indústria do petróleo e gás contrate cerca de 212 mil trabalhadores até 2014.

Bom sinal para o desenvolvimento industrial brasileiro, ao longo dos próximos três anos. É que segundo estimativas do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp), "a indústria do petróleo e gás deve contratar, pelo menos, 212 mil trabalhadores nos próximos três anos". A previsão otimista é do próprio consultor da coordenação do Programa, Marco Antonio Ferreira, em debate realizado na Fiespa no começo de novembro.

A expectativa é fundamentada em estudos de demanda realizados pelo Prominp no ano passado, o qual apontou que o contingente de trabalhadores necessários para alavancar esse setor energético até 2014 é de nada menos do que 212 mil pessoas.

Claro está que o papel estratégico do Prominp nesse cenário não pode ser esquecido, haja vista a carência que o setor terá por mão-de-obra qualificada. Nesse sentido, foi sinalizado por Ferreira que, detectada a demanda, o Prominp entra com o oferta dessa qualificação, através da promoção de cursos ou treinamentos de trabalhadores.

Com informações da Agência Brasil

Compartilhe