Inscrições do concurso Polícia Federal serão reabertas para PcDs

Após os trâmites internos da União, a Polícia Federal publicará uma retificação no edital de seu concurso. Prazo será reaberto para pessoas com deficiência.

Inscrições do concurso Polícia Federal: bandeira com brasão da Polícia Federal

Ao todo, o concurso Polícia Federal dispõe de 1.500 vagas para profissionais de nível superior. - Foto: André Gustavo Stumpf / Flickr

As inscrições do concurso Polícia Federal serão reabertas para as pessoas com deficiência. Isso porque, antes, o edital de abertura exigia parecer de equipe profissional logo no momento de efetuar os cadastros. Quando as inscrições forem reabertas para os PcDs, será necessário somente apresentar um laudo simples, desde subscrito por um único médico e emitido nos últimos 12 meses.

Essa decisão foi firmada pelo Ministério Público Federal (MPF) na última quarta-feira, dia 24 de março de 2021. Os termos finais do acordo ainda estão formalizados e, após os trâmites internos, a Polícia Federal publicará uma retificação em seu edital de abertura. Feito isso, deverá ser divulgado o novo prazo de três dias para que as pessoas com deficiência façam as suas inscrições no concurso PF.

“Para o MPF era necessário o reconhecimento da evidente ilegalidade da regra do art. 3º, inciso IV, do Decreto n.º 9.508 de 2018, que regulamentou a reserva de vagas para pessoas com deficiência em concursos públicos no âmbito da União e o Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei n.º 13.146/2015)”, informou o Ministério Público Federal.

Sobre o concurso Polícia Federal

Ao todo, o concurso Polícia Federal dispõe de 1.500 vagas para profissionais de nível superior. As oportunidades foram distribuídas entre ampla concorrência, vagas exclusivas para negros e para pessoas com deficiência (PcDs). Veja a relação de cargos ofertados pela corporação:

CargosAmpla ConcorrênciaExclusivas para negrosPcDs
Delegado912507
Agente66917945
Escrivão3008020
Papiloscopista621705

As inscrições para o concurso da Polícia Federal puderam ser feitas até as 18h do dia 11 de fevereiro de 2021. Todos os cadastros foram recebidos pelo site do Cebraspe. Para participar do certame, o candidato teve que pagar uma taxa de inscrição:

  • Delegado de Polícia Federal: R$ 250,00;
  • Agente, Escrivão e Papiloscopista da Polícia Federal: R$ 180,00.

Concurso Polícia Federal: etapas e remunerações

O concurso Polícia Federal será composto pelas seguintes fases:

  • Prova objetiva e discursiva: ambas as etapas seriam aplicadas no dia 21 de março de 2021. Devido à pandemia, elas acabaram sendo adiadas para o 23 de maio de 2021;
  • Exame de aptidão física;
  • Avaliação médica;
  • Prova oral (somente para o cargo de Delegado de Polícia Federal);
  • Prova prática de digitação (somente para o cargo de Escrivão de Polícia Federal);
  • Prova de títulos (somente para o cargo de Delegado de Polícia Federal;
  • Avaliação psicológica;
  • Investigação social;
  • Curso de formação profissional (CFP): para os candidatos que se classificarem em todas as etapas anteriores.

De acordo com o edital de abertura, as remunerações foram calculadas no valor de R$ 23.692,74 para Delegado e R$ 12.522,50 aos demais cargos. As jornadas serão compostas de 40 horas semanais para todos os candidatos classificados no concurso PF.

Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »