Inscritos no Bolsa Família com NIS 5 recebem o auxílio emergencial

A primeira parcela do auxílio emergencial é paga para inscritos no Bolsa Família que possuem NIS final 5. Os demais terão o dinheiro na próxima semana.

Nesta sexta-feira (23/04), a Caixa Econômica Federal libera a primeira parcela do auxílio emergencial para quem é inscrito no Bolsa Família e tem o NIS final 5. O restante dos beneficiários receberão o dinheiro na próxima semana, finalizando a rodada no dia 30 de abril de 2021. A expectativa, de acordo com o Ministério da Cidadania (MC), é que 10 milhões de pessoas registradas no BF contem com a ajuda de custo neste mês.

O MC calculou um gasto de R$ 2,98 bilhões com o auxílio emergencial para o Bolsa Família apenas no mês de abril. De acordo com o Ministério, mais da metade desse público irá receber o valor de R$ 375 por serem mães chefes de família. A menor parte é de pessoas que moram sozinhas, que somam 1,56 milhão que contarão com o valor mínimo de R$ 150.  Os outros 3,34 milhões restantes terão as parcelas de R$ 250.

Aqueles que se encaixam nos critérios do auxílio emergencial 2021 por meio do BF, mas tiveram o benefício negado poderão contestar a decisão. O recurso ficará disponível até o dia 1° de maio por meio do site da Dataprev.

Os trabalhadores que não estão inscritos no Bolsa Família também já começaram a receber o dinheiro. Nascidos entre janeiro e agosto já tiveram a primeira parcela do auxílio emergencial paga, enquanto os demais voltam a receber no próximo domingo.

Calendário do auxílio emergencial 2021 para o Bolsa Família

Assim que o auxílio emergencial terminar de ser pago, os inscritos do BF voltarão a receber o benefício original normalmente. Veja quais são as próximas datas de pagamento para esse grupo:

  • NIS final 6: 26 de janeiro de 2021;
  • NIS final 7: 26 de janeiro de 2021;
  • NIS final 8: 26 de janeiro de 2021;
  • NIS final 9: 26 de janeiro de 2021;
  • NIS final 0: 26 de janeiro de 2021.

Auxílio emergencial poderá ser movimentado pelo PIX

O benefício é pago por meio das contas digitais acessadas pelo aplicativo Caixa Tem. A plataforma já permitia transações bancárias sem custo adicional, compras online, pagamento de contas e boletos, bem como compras em supermercados físicos com o cartão de débito. Esse sistema funciona para trabalhadores que não fazem parte do Bolsa Família.

Agora, a novidade é que o auxílio emergencial poderá ser movimentado pelo PIX. A informação foi confirmada pelo Banco Central e deve começar a valer a partir do dia 30 de abril, mas o serviço não poderá ser transferido para contas de mesma titularidade. Ou seja, o PIX só poderá ser feito para outra pessoa. 

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »