INSS prorroga suspensão da prova de vida até abril de 2021

Aposentados e pensionistas que não fizerem a prova de vida do INSS até abril de 2021 não poderão ter seus benefícios suspensos.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciou a extensão da suspensão do prazo para realizar a prova de vida nesta terça-feira (23/02). Aposentados e pensionistas que estão sem fazer o registro desde março de 2020 não terão os benefícios bloqueados. O presidente do INSS, Leonardo Rolim, afirmou que a isenção é apenas até abril e a obrigatoriedade da prova de vida retorna em maio de 2021. 

A primeira suspensão foi feita no ano passado por causa da pandemia de coronavírus. Já no dia 20 de janeiro, a pausa nos bloqueios foi prorrogada para os pagamentos até o fim de março. O novo anúncio estende o prazo para maio e, depois disso, os beneficiários deverão comprovar ainda estarem vivos para receber o dinheiro.

"5,3 milhões não fizeram a prova de vida no ano passado, não teve nenhum problema. A partir de maio, volta a ser obrigatório. Até lá, quem não fez pode fazer pelo meio digital sem sair de casa", disse Rolim. 

Como funciona a prova de vida digital?

Normalmente, a prova de vida do INSS é um procedimento feito presencialmente em instituição bancária. No entanto, em 2020, foi aberta a possibilidade de realização o registro de forma online pelo aplicativo ou site do Meu INSS. A oportunidade foi dada a segurados com mais de 80 anos e para aqueles que possuem dificuldade de locomoção.

No segundo caso, é exigido atestado ou laudo médico informando a restrição de mobilidade daquela pessoa. Sendo assim, o documento deve ser enviado digitalmente na hora do processamento. A ideia do governo federal é ampliar o atendimento digital a mais segurados. 

O projeto está sendo estudado desde agosto de 2020 e sua primeira etapa contou com 500 mil beneficiários em todo o Brasil. O plano é efetivar o reconhecimento por biometria facial e mais de 5 milhões de brasileiros participarão da segunda fase.

Contudo, farão parte da prova de vida digital do INSS apenas os que forem contatados pelo Instituto. O sistema utilizará a base de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Tribunal Superior Eleitoral. Logo, os escolhidos serão apenas quem tem CNH ou título de eleitor. 

O que é a prova de vida do INSS?

A prova de vida é um critério criado pelo INSS para evitar fraudes e pagamentos indevidos de pensões e outros auxílios aos beneficiários. Dessa forma, aposentados e pensionistas são obrigados anualmente a comprovarem que estão vivos. 

O registro é feito pelo segurado, representante legal ou voluntário. Essa pessoa deve comparecer ao banco onde faz a retirada do dinheiro portando documento de identidade. Dependendo da instituição, o beneficiário pode fazer o procedimento direto no terminal de autoatendimento utilizando a biometria. 

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »