Mais de 300 novos servidores tomam posse no Tribunal de Justiça - RJ

Para o bacharel em Direito, Lucas Sarmento, o concurso pelo qual passou foi um grande desafio e a conquista só veio depois de muita dedicação aos estudos.

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro empossou 326 aprovados em concurso público. Ao receber das mãos dos desembargadores Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho, presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio, e Maria Augusta Vaz, corregedora-geral da Justiça, as portarias de Nomeação e de Lotação para o cargo de comissário de Justiça da infância, juventude e idoso, o jovem Lucas Sarmento viu realizado um sonho que exigiu esforço e dedicação.  Primeiro colocado da 8 ª região (Itaguaí), ele é um dos novos 326 servidores que tomaram posse, em cerimônia realizada no auditório Desembargador Antonio Carlos Amorim, no 4º andar do Fórum Central do Rio .

Para o bacharel em Direito, de 30 anos, o concurso pelo qual passou foi um grande desafio e a conquista só veio depois de muita dedicação aos estudos. E a primeira impressão de Lucas Sarmento no TJRJ foi a melhor possível.

“Fui muito bem tratado, as pessoas daqui foram muito respeitosas. Mostra a dignidade ao servidor e ao trabalho que nem sempre são comuns à inciativa privada. Ter uma cerimônia, ver a autoridade vir e apertar a mão com firmeza, isso compensa”, disse Lucas.

Já a enfermeira Jéssica Paiva, de 28 anos, resolveu mudar de área e começou a estudar para os concursos no campo do direito há dois anos, incentivada pelo noivo. Agora, ela é técnica em atividade judiciária.

“Estou muito feliz de estar aqui, muito realizada. O concurso público é um caminho bastante difícil. Eu espero colaborar com o Poder Judiciário e com a eficiência do Tribunal”, diz Jéssica, sem esconder o alívio depois da ansiedade da espera pela posse.

Presidente fala aos servidores

O presidente do TJRJ, desembargador Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho, fez um discurso encorajador aos novos servidores. De acordo com o magistrado, o Tribunal do Rio é um dos mais atuantes do país, e que atende bem à sua finalidade. O presidente deu as boas-vindas aos concursados, pediu responsabilidade aos novos membros da casa e assinalou que, apesar das dificuldades, os servidores terão sempre o apoio do TJ.

“Nós vivemos um momento delicado no país e no nosso estado, de crise econômica, crise política e uma grave crise moral”, falou o desembargador, destacando ainda a necessidade de se manter forte o Poder Judiciário.

O presidente Luiz Fernando também prometeu trabalhar em conjunto com a administração do governo estadual para sempre buscar melhores condições e direitos aos servidores concursados.

A corregedora-geral da Justiça, desembargadora Maria Augusta Vaz, também afirmou o compromisso do Poder Judiciário em caminhar ao lado dos servidores, ajudando nos percalços naturais. A magistrada disse para os servidores que o objetivo maior da Justiça é atender bem aos cidadãos que batem à porta do Tribunal.

Participaram ainda da cerimônia o juiz auxiliar da Presidência Luiz Eduardo de Castro Neves, o juiz auxiliar da Corregedoria João Luiz Ferraz de Oliveira Lima e o diretor-geral de Gestão de Pessoas, Gabriel Albuquerque Pinto.

Fonte: TJ  - RJ

O presidente Luiz Fernando também prometeu trabalhar em conjunto com a administração do governo estadual para sempre buscar melhores condições e direitos aos servidores concursados.

Compartilhe