Nome do programa que substituirá o Bolsa Família será Renda Cidadã

Renda Cidadã substituirá o Bolsa Família no governo Bolsonaro. Articulações já estão sendo feitas pelo deputado Márcio Bittar.

Nome do novo programa de renda do governo será Renda Cidadã, cédulas de reais

Renda Cidadã está previsto para ser incluso no orçamento de 2021. - Foto: Concursos no Brasil

O nome do novo programa que substituirá o Bolsa Família será Renda Cidadã. O programa também é o "herdeiro" do Renda Brasil, que nem chegou a ser lançado e foi cancelado pelo presidente Jair Bolsonaro. A informação sobre o nome foi dada pelo deputado Márcio Bittar (MDB - AC), articulador do Renda Cidadã, nesta quinta-feira (24/09).

O parlamentar, relator da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) conhecida como Pacto Federativo, afirmou que a PEC abre espaço no orçamento do governo e que, por isso, seria possível a criação do programa. Sendo assim, o Renda Cidadã irá substituir o Bolsa Família quando estiver pronto.

“Posso dizer que estou autorizado a fechar o relatório e apontar a fonte de recursos para o novo programa. Isso foi acertado com o presidente e todos os líderes”, disse Bittar.

Agora, a tendência é que as conversas com deputados e senadores acelerem. De acordo com Bittar, os valores ainda não foram decididos. O presidente já sinalizou que gostaria de pagar R$ 300,00 por mês, mesmo valor das novas parcelas do auxílio emergencial.

Todavia, para se evitar os erros cometidos na elaboração do Renda Brasil, a palavra de ordem no governo é “silêncio” para que não haja vazamentos e especulações. Apesar de querer tratar o assunto com cautela, ainda não se definiu exatamente de onde sairão os recursos do Renda Cidadã.

Renda Cidadã: novo programa já havia sido sinalizado

Bittar já havia anunciado que Bolsonaro o autorizou a elaborar o novo programa para que ele fizesse parte dos planos da proposta orçamentária de 2021. O deputado afirmou que a preocupação do governo é não deixar a população, que recebeu o auxílio emergencial, desamparada com o fim do benefício.

"Tomei café da manhã com o presidente da República. Agora, antes do almoço conversamos mais um pouco, eu fui solicitar ao presidente, se ele me autorizava a colocar dentro do orçamento, a criação de um programa social que possa atender milhões de brasileiros que foram identificados ao longo da pandemia e que estavam fora de qualquer programa social. O presidente me autorizou", disse o deputado na semana anterior.

Renda Cidadã já é nome de outros programas

No Brasil, já existem programas com o mesmo nome que o governo quer instituir.

No caso, tratam-se de programas de transferência de renda elaborados por municípios e estados, como o Renda Cidadã de Goiás — criado pela Lei 13.605, de 29 de março de 2000. Os pagamentos do benefício são feitos por meio da Caixa Econômica Federal.

Cancelamento do Renda Brasil

No dia 15 de setembro de 2020, o presidente Jair Bolsonaro anunciou o cancelamento do Renda Brasil. O presidente ainda comentou que o assunto não poderia mais ser tratado dentro do seu governo. “Até 2022, no meu governo, está proibido falar a [palavra] Renda Brasil. Vamos continuar com o Bolsa Família e ponto final”, disse Bolsonaro na época.

Carlos Rocha
Redator
Jornalista formado (UFG), atualmente redator no site Concursos no Brasil. Foi roteirista do Canal Fatos Desconhecidos (YouTube) por um ano e meio. Produziu conteúdo de podcast para o Deezer. Fez parte da Rádio Universitária (870AM) por três anos e meio como apresentador no Programa Fanático e como repórter, narrador e comentarista da Equipe Doutores da Bola. Fã de futebol, NFL e ouvinte de podcast.

Compartilhe

Comentários