NOVO Bolsa Família 2021 com parcelas de até R$ 1.500? Veja proposta

Caso a proposta seja aprovada, o novo Bolsa Família 2021 poderá contar com parcelas mensais de R$ 300, acumuláveis em até cinco vezes. Confira.

Novo Bolsa Família 2021: enquadramento em mão segurando cartão do Bolsa Família

“O projeto inclui mais gente no Bolsa Família. 30 milhões de famílias", disse uma das autoras. - Foto: Agência Senado

Em tramitação pelas casas legislativas, o projeto de lei nº 4086/20 estabelece um novo Bolsa Família 2021 mais turbinado. A proposta, apresentada em agosto do ano passado, visa fornecer benefício acumulável para famílias que possuam renda mensal de até R$ 600 por membro, desde que tenham gestantes e responsáveis por alimentar crianças ou jovens.

“O projeto inclui mais gente no Bolsa Família. 30 milhões de famílias. Queremos ampliar o valor e o número de pessoas beneficiadas, usando a melhor tecnologia social, reconhecida internacionalmente para garantir a renda básica para o povo mais pobre. Ou fazemos isso ou a desigualdade continuará crescendo”, explicou uma das idealizadoras do novo Bolsa Família, deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR).

Ainda conforme a parlamentar, o principal objetivo é de fornecer condições para que nenhuma família brasileira viva com menos do que R$ 300 por mês. Intitulada de “Bolsa Mais Família”, a proposta está sendo analisada junto ao projeto de lei nº 6072/2019, que estabelece a criação de regras permanentes no programa.

Novo Bolsa Família 2021: parcelas de até R$ 1.500

Caso a proposta seja levada adiante, o novo Bolsa Família 2021 poderá contemplar parcelas fixas de R$ 300 para os membros das unidades familiares. O benefício terá caráter cumulativo, mas sem ultrapassar o valor de R$ 1.500 por mês.

Ou seja, as parcelas tenderão a ser acumuladas em até cinco vezes. Na justificativa do projeto, inclusive, existe um exemplo sobre os novos repasses: em uma família com quatro pessoas, sem qualquer outra fonte de renda, o benefício mensal poderia chegar a R$ 1.200.

A proposta ainda prevê uma complementação às unidades familiares, especificamente para aquelas que possuam renda per capita de até R$ 300. O pagamento das novas parcelas do benefício estaria associado ao cumprimento de algumas exigências, como exame pré-natal e frequência escolar mínima.

Mudanças esperadas no programa

O antigo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, já havia dito que o novo Bolsa Família deverá ser lançado em breve. Em novembro de 2020, ele explicou que o programa alcançará mais de 20 milhões de brasileiros com baixa renda. “Já está pronto, foi todo trabalhado, já foi apresentado ao presidente. Só falta o ok”, disse na época.

Os detalhes sobre as mudanças no Bolsa Família ainda não foram especificados pelo Ministério da Cidadania. No entanto, novas informações deverão ser divulgadas ao longo das próximas semanas. A equipe econômica pretende estabelecer aumento no valor dos repasses, auxílio-creche e bonificações para bons estudantes.

Veja os novos benefícios que poderão ser incluídos em 2021:

  • Prêmio anual de R$ 200 para os melhores estudantes;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para alunos com bom desempenho em ciência e tecnologia;
  • Bolsa mensal de R$ 100, fora prêmio anual de R$ 1.000, para alunos que se destacarem em atividades desportivas;
  • Auxílio-creche de R$ 200 mensais para as mães inscritas no programa.
Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Comentários

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »