Bolsa Família de R$ 300: "Está praticamente acertado", diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que “está praticamente acertado” o valor de R$ 300 para as parcelas médias do Bolsa Família. Acompanhe mais detalhes.

Na última terça-feira (15/06), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que as parcelas do Bolsa Família devem passar por um reajuste. O chefe do Executivo, em entrevista para a SIC TV, de Rondônia, disse que os beneficiários poderão passar a receber R$ 300 mensais em vez de R$ 192. A mudança, pelo visto, deverá ser adotada a partir de dezembro.

"Tivemos uma inflação durante a pandemia no tocante aos produtos da cesta básica em torno de 14%. Sei que teve item que subiu até 50%, sabemos disso. E o Bolsa Família, a ideia é dar um aumento de 50% para ele em dezembro. Para sair em média de 190 para, um pouco mais de 50%, seria 300 reais. É isso que tá praticamente acertado aqui", explicou durante a entrevista.

Em ocasiões passadas, Bolsonaro havia adiantado que a equipe econômica estava planejando um aumento de, em média, 50% no valor das parcelas. Ele já tinha, inclusive, anunciado que a quantia passaria a ser R$ 250. Agora, a nova estimativa acrescenta mais R$ 50 ao valor anteriormente previsto, totalizando R$ 300 mensais.

Novo Bolsa Família deve ser lançado em 2021

A equipe econômica do governo planeja usar o novo Bolsa Família como uma espécie de “ponte”, no sentido de amparar as pessoas de baixa renda após o fim do auxílio emergencial. Inúmeras ideias foram cogitadas durante debates internos, como a criação de um benefício fixo para ficar no lugar do Bolsa Família.

A hipótese mais aceita, até o momento, diz respeito à reformulação do próprio programa. De acordo com apurações feitas pelo Jornal O Globo, o Ministério da Cidadania pretende trabalhar para que o novo Bolsa Família seja apresentado ainda em julho. A estimativa é de que o projeto seja deliberado em outubro para, depois, entrar em vigor.

Se tudo sair conforme os planos da pasta, as mudanças poderão ser devidamente lançadas em janeiro de 2022. Acompanhe alguns benefícios adicionais que poderão ser incluídos no novo Bolsa Família:

  • Aumento no valor das parcelas médias (de R$ 192 para R$ 300);
  • Inclusão de 300 mil novas unidades familiares na base de dados do Bolsa Família;
  • Auxílio-creche mensal de R$ 52 por criança;
  • Auxílio-creche mensal de R$ 200 para as mães inscritas no programa Bolsa Família;
  • Prêmio anual de R$ 200 para estudantes com os melhores desempenhos escolares;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para os estudantes que se destacarem em esportes e C&T (Ciência e Tecnologia).

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »