Pandemia pode gerar antecipação do 13º para aposentados, diz Guedes

Antecipação do 13º para aposentados já ocorreu em 2020 e pode voltar em 2021 em caso de necessidade.

Guedes afirma que Benefício Emergencial (BEm) deve voltar; Paulo Guedes

Guedes também falou sobre auxílio emergencial. - Foto: Palácio do planalto

A pandemia provocada pelo novo coronavírus (COVID-19) continua afetando o país, obrigando a equipe econômica a pensar em soluções para ajudar os brasileiros durante a crise. Uma das alternativas seria a antecipação do 13º para aposentados. A ideia foi admitida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Segundo Guedes, a antecipação do 13º para aposentados seria uma forma viável de lidar com a falta de recursos e ainda não pesaria no teto fiscal de gastos, pois o dinheiro já faz parte da previsão de pagamentos. Vale lembrar que em 2020 o governo também antecipou os pagamentos aos aposentados.

Apesar da fala sobre a antecipação do pagamento, Guedes não deu detalhes sobre como isso ocorreria e nem qual condição sanitária específica o país precisaria estar para que o dinheiro fosse liberado.

O ministro se limitou a apontar que o governo federal já estaria com mecanismos preparados para o aumento de casos de COVID-19. “A pandemia nos atacando de novo, temos o protocolo de enfrentamento da crise”, disse Guedes.

Auxílio emergencial pode voltar

Além da fala sobre a antecipação do 13º para aposentados, Paulo Guedes apontou que o auxílio emergencial pode retornar em 2021, com pagamentos para 32 milhões de pessoas.

"Se dispararmos cláusulas necessárias dentro de um ambiente fiscal robusto, mais focalizado. Em vez de 64 milhões, a metade disso, vamos nos entender rapidamente, porque a situação do Brasil exige essa rapidez", afirmou Guedes,

O jornal Folha de S. Paulo chegou a divulgar que o governo já estuda pagar três parcelas de R$ 200 para trabalhadores informais que não estejam inscritos no Bolsa Família ou outros programas de renda.

Por fim, Guedes falou sobre a importância de se trabalhar junto ao Congresso Nacional na busca de encontrar saídas econômicas viáveis e que o governo está conseguindo desenvolver um bom trabalho.

“Sabemos como trabalhar isso. Estamos observando e vamos retomar as reformas ao mesmo tempo. Saúde e economia andam juntos”, apontou.

Carlos Rocha
Redator
Jornalista formado (UFG), atualmente redator no site Concursos no Brasil. Foi roteirista do Canal Fatos Desconhecidos (YouTube) por um ano e meio. Produziu conteúdo de podcast para o Deezer. Fez parte da Rádio Universitária (870AM) por três anos e meio como apresentador no Programa Fanático e como repórter, narrador e comentarista da Equipe Doutores da Bola. Fã de futebol, NFL e ouvinte de podcast.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »