Pix agendado não permite brecha para golpe, diz BC

Após informar que instituições financeiras serão obrigadas a oferecer o Pix agendado, BC garantiu que sistema não permite que golpes sejam feitos. Saiba mais.

O Banco Central (BC) anunciou que todas as instituições financeiras do país serão obrigadas a oferecerem a opção do Pix agendado a partir de 01 de setembro. Segundo o BC, o agendamento não possui brecha para golpes e o uso da ferramenta é seguro.

Em razão de sua popularidade, o Pix vem se tornando alvo cada vez mais constante de criminosos. Portanto, novos golpes estão surgindo com o objetivo de roubar dinheiro e dados das vítimas. Recentemente, um golpe com um falso e-mail da Caixa e um outro envolvendo grupos de WhatsApp foram relatados.

Golpe do Pix agendado?

A obrigatoriedade da opção do agendamento coincide com um novo rumor sobre golpe do Pix agendado. Nele, criminosos estariam agendando repasses de dinheiro a suas vítimas. Quando a data é marcada, o correntista fica sabendo que um suposto valor seria repassado para sua conta.

Em seguida, o criminoso aparentemente entra em contato com a vítima, dizendo que o agendamento do Pix foi um engano e pede que a pessoa devolva o dinheiro que estava agendado de forma à vista. Em seguida, o golpista cancela o agendamento e a pessoa fica com um grande prejuízo.

Após a repercussão, o Banco Central informou que o sistema é seguro e que não permite que golpistas se aproveitem de possíveis brechas. Segundo o BC, as operações são rastreáveis, permitindo que quem envia o dinheiro e quem recebe sejam localizados, bastando uma autorização judicial para quebrar o sigilo.

Mesmo assim, não custa frisar que é necessário ter prudência no momento de utilizar a ferramenta e ter certeza sobre quem é o destinatário do repasse do recurso. Além do mais, vale destacar que o BC anunciou que o Pix terá novas ferramentas, ampliando o leque de serviços.

Como funciona o Pix agendado

Desde que o Pix foi lançado, em novembro de 2020, a opção de agendamento já estava disponível. No entanto, nem todas as instituições financeiras habilitavam a ferramenta para os seus clientes. No caso, o Pix agendado funciona da seguinte maneira:

  • O usuário interessado em enviar dinheiro a alguém determina o valor que será repassado;
  • Em seguida, determina a data em que a transferência será executada;
  • Enquanto o repasse não for feito, é possível cancelar o envio do dinheiro.

Toda a operação é gratuita e feita com segurança, utilizando o sistema desenvolvido pelo Banco Central.

Pix no Caixa Tem

Um dos motivos de popularização do Pix é a possibilidade de utilizá-lo dentro do Caixa Tem. Como o aplicativo foi escolhido pelo governo como a plataforma principal de repasse do Bolsa Família e do auxílio emergencial, milhões de brasileiros aderiram à novidade.

Caso você ainda não saiba como cadastrar o Pix no Caixa Tem, basta conferir nossa matéria e ver todos os detalhes. É bem simples e rápido de fazer!

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »