Polícia Federal RENOVA pedido para concurso na área administrativa

A Polícia Federal atualizou o seu pedido para um novo concurso, com 557 vagas efetivas na área administrativa. Oportunidades de níveis médio/técnico e superior.

Concurso Polícia Federal para área administrativa: enquadramento em lateral de viatura da Polícia Federal

A PF renovou pedido de concurso na área administrativa. 557 vagas para níveis intermediário e superior. - Foto: André Gustavo Stumpf / Flickr

Devido ao déficit no quadro de servidores, a Polícia Federal renovou o pedido para a realização de um novo concurso na área administrativa. A corporação, ano passado, já havia solicitado o aval para o Ministério da Economia. Entretanto, a pasta apenas aprovou 1.500 oportunidades efetivas, que foram distribuídas para cargos de nível superior: Delegado, Agente, Escrivão e Papiloscopista.

"A Polícia Federal renovou o pedido feito em 2020, considerando a atualização dos cargos vagos, para a realização de concurso público para provimento de 153 vagas para o cargo de nível superior do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal - PECPF e 404 vagas para o cargo de Agente Administrativo de nível intermediário do Plano Especial de Cargos”, informou a corporação para o site Concursos no Brasil.

Com a solicitação atualizada para 557 vagas na área administrativa, a Polícia Federal deverá divulgar mais novidades assim que o Ministério da Economia emitir novo parecer a respeito do concurso. Vale lembrar que, no pedido anterior, a PF havia solicitado oportunidades para os seguintes cargos (processo de nº 08200.007331/2020-88):

  • Administrador;
  • Arquivista;
  • Assistente Social;
  • Bibliotecário;
  • Contador;
  • Economista;
  • Enfermeiro;
  • Engenheiro;
  • Estatístico;
  • Farmacêutico;
  • Médico;
  • Nutricionista;
  • Odontólogo;
  • Psicólogo;
  • Técnico em Assuntos Educacionais;
  • Técnico em Comunicação Social;
  • Agente Administrativo (nível médio).

Carreira administrativa na PF: atribuições de alguns cargos

Agente Administrativo na Polícia Federal

Realização de atividades de nível médio, de grande complexidade, envolvendo a apresentação de solução para situações novas, a necessidade de constantes contatos com autoridades de média hierarquia, com técnicos de nível superior e/ou contatos eventuais com autoridades de alta hierarquia e abrangendo planejamento em grau auxiliar e pesquisas preliminares realizadas sob supervisão indireta, predominantemente técnica, visando à implementação das leis, regulamentos e normas referentes à administração geral e específica;

Supervisão dos trabalhos que envolvam a aplicação das técnicas de pessoal, orçamento, organização, métodos e materiais executados por equipes auxiliares, chefia de secretarias de unidades da mais alta linha divisional da organização.

Contador na Polícia Federal

Realização de atividades de supervisão, coordenação ou execução em grau de maior complexidade relativas à Administração Pública, financeira e patrimonial, contabilidade e auditoria, compreendendo análise, registro e perícia contábeis, de balancetes, balanços e demonstrações contábeis.

Assistente Social na Polícia Federal

Realização de atividades de execução qualificada, sob supervisão superior, de trabalhos relacionados com o desenvolvimento, diagnóstico e tratamento dos servidores do órgão em seus aspectos sociais.

Engenheiro Civil na Polícia Federal

  • Elaboração e fiscalização de projetos de construção civil e realização de estudos de viabilidade econômica; planejamento da manutenção predial do DPF.

Psicólogo na Polícia Federal

  • Realização de atividades relacionadas às áreas de psicologia organizacional e clínica;
  • Realizar atividades de desenvolvimento e acompanhamento profissional voltadas para a gestão técnico administrativa e o apoio logístico da área de segurança pública;
  • Realizar diagnóstico, intervenção psicoterápica e acompanhamento, individual ou em grupo, para prevenir ou amenizar sofrimento ou conflito psíquico;
  • Desenvolver ações para a prevenção de doenças ocupacionais e promoção da saúde;
  • Atuar nos processos de seleção, treinamento, análise ocupacional, avaliação de desempenho e desenvolvimento profissional;
  • Realizar avaliações psicológicas visando a seleção de pessoal;
  • Supervisionar o credenciamento de psicólogos e clínicas autorizadas a emitir o porte de arma;
  • Promover estudos e pesquisas na área de psicologia;
  • Elaborar documentos técnicos e científicos da área da psicologia;
  • Redigir, digitar e conferir diversos expedientes e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade relativas à atuação do psicólogo.

Como foi o último concurso PF para a área administrativa?

O concurso anterior foi realizado no ano de 2013, com o objetivo de preencher 566 vagas para a área administrativa. Todas as etapas do certame foram organizadas pela banca Cebraspe, com base no método Cespe para avaliações. Do total de oportunidades, cerca de 534 destinaram-se ao cargo de Agente Administrativo. As remunerações variaram entre R$ 3.316,77 e R$ 4.039,32.

Por sua vez, as jornadas semanais foram compostas por 40 horas. Todos os candidatos tiveram que responder 120 itens de “certo” ou “errado”, sendo:

  • 50 sobre Conhecimentos Básicos (Português, Informática, Raciocínio Lógico, Atualidades, Direito Administrativo e Direito Constitucional); e
  • 70 sobre Conhecimentos Específicos para o cargo pleiteado.
Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »