Prazo de declaração do Imposto de Renda 2021 termina hoje (31)

Declaração do Imposto de Renda deve ser feita até o final do dia 31 de maio. Quem não informar seus rendimentos, pode ter problemas com a Receita Federal.

Prazo de declaração do Imposto de Renda 2021 termina hoje (31); unidade da Receita Federal

Lembre-se de declarar o IR 2021. - Foto: Agência Senado

Se você ainda não fez sua parte, saiba que o prazo de declaração do imposto de Renda termina nesta segunda-feira (31/05). A Receita Federal aceitará que os documentos e informações sejam enviados até o último minuto do dia.

Em 2021, o Imposto de Renda possui regras novas. Entre elas, está a obrigação de informar o recebimento do auxílio emergencial. Vale lembrar que o prazo final de declaração chegou a ser adiado uma vez. Originalmente, a data limite era 30 de abril, mas a pandemia de COVID-19 fez a Receita Federal aumentar o tempo.

A declaração do IR deve ser feita de forma online ou pelo programa do Meu Imposto de Renda

Quem normalmente tem que declarar o Imposto de Renda?

Segundo a Receita Federal, devem declarar o Imposto de Renda em 2021 as pessoas que estiverem nesta situação:

  • Quem recebeu valores tributáveis acima de R$ 28.559,70 ao longo do ano de 2020;
  • Quem recebeu valores isentos ou que são tributados na fonte e que tenham sido superiores a R$ 40 mil, em 2020;
  • Quem, em 2020, obteve ganho de capital em alienação de bens ou direitos nos quais estão previstos o pagamento do imposto;
  • Quem operou em bolsas de valores, de futuros ou mercadorias;
  • Quem teve receita bruta superior a R$ 142.798,50 em atividade rural durante o ano de 2020;
  • Quem possui bens ou propriedades com valores acima de R$ 300 mil;
  • Quem passou a morar no Brasil em 2020;
  • Quem optou por isenção de imposto em venda de imóveis conforme prevê a Lei.

Quem é obrigado e não declarar o Imposto de Renda pode ter problemas com a receita, pagar multas e até sofrer punições mais graves, conforme prevê a lei.

Imposto de Renda para quem recebeu auxílio emergencial

Quem recebeu o auxílio emergencial em 2020 deve ficar atento! Apesar do benefício ser considerado como rendimento não tributável, os valores devem estar presentes na declaração do IR.

Além disso, se em 2020, o indivíduo teve rendimentos considerados como tributáveis, com valor maior a R$ 22.847,76 será necessário fazer a restituição dos valores recebidos. Recentemente, o governo informou que já houve devolução de quase R$ 5 bilhões do auxílio emergencial.

Outro ponto importante: o comprovante de devolução do benefício, para quem precisa restituir, deve estar incluído na declaração.

Carlos Rocha
Redator
Jornalista formado (UFG), atualmente redator no site Concursos no Brasil. Foi roteirista do Canal Fatos Desconhecidos (YouTube) por um ano e meio. Produziu conteúdo de podcast para o Deezer. Fez parte da Rádio Universitária (870AM) por três anos e meio como apresentador no Programa Fanático e como repórter, narrador e comentarista da Equipe Doutores da Bola. Fã de futebol, NFL e ouvinte de podcast.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »