Prefeitura de São Paulo define volta às aulas presenciais; veja quando

De acordo com decreto publicado nesta quinta-feira (01/04), aulas presencias devem voltar no dia 12 de abril de 2021. Professores devem ser vacinados.

A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta quinta-feira (01/04) o plano de volta às aulas presenciais. Segundo o comunicado da administração municipal, os estudantes das escolas públicas e privadas poderão ter atividades presenciais a partir do dia 12 de abril.

No entanto, o decreto aponta que, caso o governo estadual decida prolongar a fase emergencial, a volta será cancelada e uma nova data deverá ser elaborada. Tudo dependerá do número de casos de COVID-19 e da situação da rede hospitalar do estado.

Férias de julho foram antecipadas

Inicialmente, as aulas presenciais foram suspensas entre os dias 17 de março e 01 de abril. No caso, as férias de julho foram antecipadas nas escolas municipais e em algumas particulares.

Como os números de casos e morte decorrentes da COVID-19 foram aumentando, o governo estadual prorrogou a fase emergencial até o dia 11 de abril. Consequentemente, a Prefeitura da capital teve de prorrogar o retorno.

A Educação chegou a ser declarada como serviço essencial para que houvesse o retorno. Um dos argumentos foi o de que muitos alunos necessitam da merenda oferecida pelas escolas públicas.

Protocolos mais rígidos foram estabelecidos para diminuir as chances de contágio entre os alunos e Professores das instituições de ensino.

Índice de mortes gera preocupação

Um dado que gera preocupação em especialistas e educadores é o índice de novas mortes por COVID-19 em São Paulo. Nas duas últimas semanas, a capital paulista viu seus números dobrarem. Enquanto a média móvel era de 74 óbitos no dia 15 de março, no dia 29 do mesmo mês, 167 pessoas perderam suas vidas.

Uma das metas do governo estadual é poder começar a vacinação dos profissionais da área de educação e da segurança pública. Desta maneira, as aulas presenciais poderão voltar com o risco menor de contágio.

Um cadastro deverá ser feito para que não haja fraudes com pessoas que não são da área da educação.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »