Autorizadas contratações temporárias no MDS

O motivo da contratação é o atendimento das necessidades excepcionais do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Por meio da Portaria Interministerial nº 305, de 9 de julho de 2012, foi autorizada a contratação temporária de 120 profissionais para atuar no Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).  Os  servidores serão selecionados por meio de processo seletivo simplificado, cujo edital de abertura deverá estipular rigorosamente o número de vagas, a descrição das atribuições, a remuneração e o prazo de duração do contrato, que em princípio deverá ser de um ano, com possibilidade de prorrogação até o limite máximo de cinco anos.

O documento indica que o motivo da contratação é o atendimento de diversas necessidades excepcionais do MDS, tais como as relativas à implantação do Plano Brasil Sem Miséria, à estruturação da Secretaria Extraordinária para Superação da Extrema Pobreza (SESEP), a necessidade de  liquidar o estoque de prestação de contas de convênios, demais instrumentos de transferência voluntária e repasse de recursos e de processos de certificação de entidades beneficentes de assistência social, bem como à estruturação e consolidação de tecnologias e sistemas de informação associados aos processos finalísticos de atuação do órgão.

A distribuição dos profissionais por unidade de lotação e os requisitos exigidos para cada cargo poderão ser consultadas no Anexo da Portaria, acessível a partir do endereço http://www.in.gov.br/imprensa/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=166&data=10/07/2012

Tópico: Ministério do Desenvolvimento Social

Compartilhe

Comentários