Projeto São Paulo Costurando o Futuro inicia capacitação de costureira

As oficinas terão duração total de 160 horas divididas em carga de quatro horas diárias, de segunda a sexta-feira

O projeto São Paulo Costurando o Futuro, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho (Semdet), inicia na nesta semana a capacitação de quase mil pessoas no segmento de costura em sete Subprefeituras da região Leste da capital paulista.

A primeira turma a iniciar as aulas foi a do Itaim Paulista, que já recebe, desde a segunda-feira (9/1), todas as noções de como operar máquinas de costura industriais, desenvolvendo destreza e coordenação motora, além de conhecer um pouco sobre o mercado de trabalho para o segmento. Na próxima segunda-feira (16/1), será a vez dos inscritos das regiões de Itaquera e Cidade Tiradentes - no ano passado a Semdet já havia capacitado mais de 330 pessoas nesses três bairros da cidade.

A novidade fica por conta das quatro novas Subprefeituras que também receberão as oficinas do São Paulo Costurando o Futuro: São Mateus, Guaianases, São Miguel Paulista e Vila Prudente/Sapopemba. As aulas, nesses bairros, deverão começar até o final de janeiro. "Já recebemos as máquinas de costura e só aguardamos a instalação para darmos início à nossa programação", explica o coordenador de Desenvolvimento Econômico da Semdet.

As oficinas terão duração total de 160 horas divididas em carga de quatro horas diárias, de segunda a sexta-feira, sendo uma turma pela manhã e outra à tarde. "O objetivo do projeto é qualificar cerca de 7 mil pessoas, capacitando-os tecnicamente em costura, montagem de roupas e manutenção básica de equipamentos, preparando-os tanto para o mercado de trabalho quanto para o trabalho autônomo na região Leste, que é uma das que mais demanda esse tipo de mão de obra", destaca o coordenador.

O projeto é fruto de parceria da Semdet e o Senai, Sebrae-SP, Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH-USP) e Singer do Brasil.

Fonte: Site da Prefeitura de São Paulo

Compartilhe