Provas do ENEM 2020: Ministério da Educação divulga opções de datas

Possíveis datas das provas do ENEM 2020 foram divulgadas e os estudantes que se inscreveram no exame poderão votar para decidir o dia oficial.

Provas do ENEM 2020: pessoas fazendo prova

Os próprios alunos poderão escolher as datas. - Foto: Agência Brasília

Em seu Twitter oficial, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, fez uma enquete para a escolha das datas de aplicação das provas do ENEM 2020. Na postagem, ele afirmou que “entre os dias 20 e 30 de junho, o MEC irá consultar diretamente todos os inscritos para a definição da nova data”. Como já havia sido estabelecido, o Exame Nacional do Ensino Médio contará com provas impressas e digitais.

Ao todo se inscreveram para o ENEM 2020 mais de seis milhões de pessoas, das quais cerca de 5,7 milhões já tiveram suas inscrições efetivadas. Contudo, o restante dos candidatos ainda precisa arcar com a taxa de R$ 58,00 e o prazo para o pagamento se encerra hoje.

Para opinar, o candidato deve acessar o site do INEP. Dessa forma, os estudantes que realizaram sua inscrição no ENEM 2020 poderão votar em uma das três opções para a versão impressa:

  • 06 e 13 de dezembro de 2020;
  • 10 e 17 de janeiro de 2021;
  • 02 e 09 de maio de 2021.

Também poderão opinar em relação às provas do ENEM digital. As possibilidades são:

  • 10 e 17 de janeiro de 2021;
  • 24 e 31 de janeiro de 2021;
  • 12 e 23 de maio de 2021.

Apesar de a pandemia de coronavírus ter afetado o cronograma do ENEM 2020, a decisão de realizar a prova foi oficializada no mês de maio. No entanto, tem sido alvo de críticas porque reunir os alunos para o exame vai contra as medidas de prevenção e isolamento social. Outra grande preocupação é com o exame do ano que vem. De acordo com o Ministério da Educação e Cultura (MEC), o ENEM 2021 poderá ser suspenso por falta de verba.

Isadora Tristão
Redatora
Nascida na cidade de Goiânia e formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Goiás, hoje, é redatora no site "Concursos no Brasil". Anteriormente, fez parte da criação de uma revista voltada para o público feminino, a Revista Trendy, onde trabalhou como repórter e gestora de mídias digitais por dois anos. Também já escreveu para os sites “Conhecimento Científico” e “KoreaIN”. Em 2018 publicou seu livro-reportagem intitulado “Césio 137: os tons de um acidente”, sobre o acidente radiológico que aconteceu na capital goiana no final da década de 1980.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »