Qual o valor do auxílio emergencial para inscritos no Bolsa Família?

Conforme MP do auxílio emergencial 2021, os beneficiários do Bolsa Família serão contemplados com o valor mais vantajoso entre os dois programas. Confira.

O governo brasileiro lá liberou as regras para as novas parcelas do auxílio emergencial 2021. De acordo com a medida provisória de nº 1.039, serão transferidas quatro parcelas durante o primeiro semestre deste ano. Os beneficiários do Bolsa Família, assim como aconteceu em 2020, vão receber o valor que for mais vantajoso (auxílio emergencial 2021 ou do próprio programa em que estão inscritos).

Ao que tudo indica, a primeira parcela para Bolsa Família será liberada a partir do dia 16 de abril. As datas vão seguir o calendário tradicional do programa, com base no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) dos beneficiários. Não será necessário realizar nenhum procedimento adicional para garantir os novos pagamentos. Além disso, o dinheiro poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem (Android e iOS).

Valor do auxílio emergencial em 2021

Antecipado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, o valor do auxílio emergencial 2021 deverá variar com base nas composições familiares dos beneficiários. Isso quer dizer que as mães provedoras do lar vão receber parcelas de R$ 375, enquanto os que moram sozinhos terão direito aos pagamentos mensais de R$ 150. Por sua vez, os demais cidadãos vão garantir cotas médias de R$ 250 até o final dos repasses.

O auxílio emergencial 2021, assim como no ano passado, será destinado para cidadãos que possuam renda per capita de até meio salário mínimo, desde que os ganhos totais não ultrapassem a quantia de três salários mínimos. Além disso, os pagamentos vão ser transferidos para apenas um membro de cada uma das unidades familiares, sem quaisquer possibilidades de acúmulos.

O governo federal não pretende liberar novas inscrições para a nova rodada de pagamentos. Haverá uma espécie de filtragem nos cadastros que foram realizados em 2020, tendo em vista os critérios de renda e hipossuficiência financeira. Ao todo, serão transferidas quatro parcelas para:

  • 28.624.776 beneficiários não inscritos no CadÚnico e já inscritos em plataformas digitais da Caixa;
  • 6.301.073 integrantes do CadÚnico;
  • 10.697.777 atendidos pelo Bolsa Família.

Auxílio emergencial 2021 para Bolsa Família

A primeira parcela do auxílio emergencial para Bolsa Família será depositada a partir do dia 16 de abril de 2021. De maneira escalonada, as datas foram organizadas com base no último dígito do Número de Identificação Social (NIS). A meta é de conceder quatro pagamentos ao longo dos meses de abril, maio, junho e julho.

Confira, abaixo, o calendário da primeira parcela do auxílio emergencial 2021 para os beneficiários do Bolsa Família:

Número final do NISDatas de pagamento
NIS 116 de abril de 2021
NIS 219 de abril de 2021
NIS 320 de abril de 2021
NIS 422 de abril de 2021
NIS 523 de abril de 2021
NIS 626 de abril de 2021
NIS 727 de abril de 2021
NIS 828 de abril de 2021
NIS 929 de abril de 2021
NIS 030 de abril de 2021

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »