Rodrigo Maia diz que sistema tributário trava o país

Em debate na Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia afirmou que o sistema tributário trava o crescimento do país.

Rodrigo Maia diz que sistema tributário trava o país, Rodrigo Maia durante debate

Parlamentar aponta que reforma tributária é essencial ao Brasil. - Foto: Agência Senado

Nesta quinta-feira (16/07), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia afirmou que o sistema tributário trava o país. A fala ocorreu em um debate na Câmara dos Deputados, sendo que o parlamentar estava se referindo ao crescimento econômico, uma das maiores preocupações das autoridades, principalmente por causa da crise provocada pelo novo coronavírus (COVID-19).

Por isso, Maia (DEM - RJ) acredita que a reforma tributária seja urgente e extremamente necessária. O deputado aponta que ela seria uma das principais mudanças que devem ocorrer no país, na parte estrutural, para que o Brasil volte a ter um crescimento saudável.

Maia disse que a pandemia impede que haja algum tipo de comemoração em relação a reforma tributária. No entanto, demonstrou contentamento com o assunto da reforma tributária voltando a pauta. “Temos pouco para estar feliz com tantas vidas e empregos perdidos por conta da pandemia. Mas fico feliz que estamos retomando esse debate”, declarou.

Reforma administrativa também foi apontada

Por fim, o deputado lembrou que somente uma reforma tributária não seria suficiente para o país. No caso, ele sugeriu que haja uma conversa sobre uma reforma administrativa. “Temos que fazer reforma que valorize o servidor público que produziu e trabalhou melhor porque não vamos ter espaço para aumentar o tamanho do Estado brasileiro”, comentou.

A frase tem como clara referência o teto de gastos que é uma forma na qual o governo não se compromete a gastar mais do que um certo valor por conta de suas dívidas. Maia considerou este fator como algo que limita o país. Ele vê na reforma tributária e na reforma administrativa, soluções para destravar os gastos e fazer com que a dívida pública não cresça como vem ocorrendo.

Não custa lembrar que o teto de gastos só pode ser rompido em momentos de emergência, como por exemplo a crise provocada pelo coronavírus que demandou mais dinheiro. Por isso, é previsto que o governo reduza seus gastos ano que vem ou tente aumentar a arrecadação com novos impostos.

A reforma tributária ainda será apresentada pelo governo federal, por meio do ministro Paulo Guedes. Após ser apresentada, seus pontos serão discutidos pela Câmara Federal e pelo Senado.

Veja também:

Carlos Rocha
Redator
Jornalista formado (UFG), atualmente redator no site Concursos no Brasil. Foi roteirista do Canal Fatos Desconhecidos (YouTube) por um ano e meio. Produziu conteúdo de podcast para o Deezer. Fez parte da Rádio Universitária (870AM) por três anos e meio como apresentador no Programa Fanático e como repórter, narrador e comentarista da Equipe Doutores da Bola. Fã de futebol, NFL e ouvinte de podcast.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »