Auxílio emergencial: segunda parcela começa a ser paga

Dezenas de milhões de brasileiros receberão os R$ 600,00 a partir de hoje, dia 18 de maio.

Calendário da segunda parcela do auxílio emergencial, cédulas de reais

Pagamento começa a ser feito no dia 18 de maio de 2020. - Foto: Pixabay

A partir de hoje, segunda-feira (18/05), já é possível receber a segunda parcela do auxílio emergencial. A expectativa é a de que mais de 50 milhões de brasileiros recebam o benefício de R$ 600,00. Recentemente, mães solteiras e que sejam menores de 18 anos foram inclusas durante ampliação do auxílio. O calendário da segunda parcela havia sido divulgado na sexta-feira (15/05). 

Depois que a primeira parcela foi paga, a expectativa se concentrou nas datas do pagamento da segunda parte. O ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni já havia falado em programa de TV e também em entrevistas para repórteres que o calendário sairia até o final da semana passada (09/05). A fala foi confirmada pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães. Porém, não houve a divulgação.

Agora, uma semana depois do prometido, as datas foram divulgadas no Diário Oficial da União. Ao todo, o auxílio emergencial foi dividido em três calendários: um para quem faz parte do bolsa família, outro para quem tem Poupança Social e, por fim, demais pessoas e quem deseja fazer o saque em espécie do dinheiro da Poupança Social.

Além disso, as datas ainda diferem de acordo com a data de nascimento ou o número do NIS de quem foi inscrito no auxílio emergencial. Veja os calendários:

Calendário da 2ª parcela (saque) - Bolsa Família

Calendário da 2ª parcela (uso digital) - Poupança Social

Calendário da 2ª parcela (saque) - Poupança Social e demais públicos

Outros 50 bancos poderão fazer o pagamento da segunda parcela

Se você não quer receber o dinheiro pela Caixa, não tem problema. Recentemente, foi divulgado que além da Caixa, outros 50 bancos poderão fazer o pagamento do auxílio emergencial. Entre as instituições financeiras estão o Banco do Brasil, Itaú, Bradesco, Santander, Nubank e Banco Inter. A lista completa pode ser vista abaixo:

Os saques também poderão ser feitos pelo Banco 24 horas (neste caso específico, custará R$ 4,90 ao usuário).

O objetivo é reduzir as filas e consequentemente as aglomerações nas agências da Caixa. Ao mesmo tempo, ao dividir as tarefas com outros bancos, uma agilidade maior deverá ser sentida por parte da população.

Ainda é possível pedir o auxílio emergencial

Como informamos em uma matéria no Concursos no Brasil, ainda é possível solicitar o auxílio emergencial. De acordo com o governo federal, mesmo que o interessado peça o benefício após o pagamento da segunda ou terceira parcela, ele receberá todo o dinheiro ao qual possui direito. Porém, é preciso ficar atento. O prazo final para se inscrever é o dia 02 de julho de 2020.

O que é o auxílio emergencial?

Por causa da pandemia provocada pelo novo coronavírus, desempregados, trabalhadores autônomos, pessoas sem renda fixa, informais, mães solteiras (conforme requisitos) e microempreendedores individuais brasileiros vêm sofrendo duros impactos econômicos. Muitas atividades pararam ou estão funcionando parcialmente. Pensando nas pessoas mais vulneráveis, foi criado o auxílio emergencial.

Aprovado pelo Congresso, o auxílio emergencial prevê pagamentos mensais de R$ 600,00 a quem se enquadra nos critérios estabelecidos pelo governo. Mais de 50 milhões de brasileiros já sacaram o dinheiro que veio de recursos da União. Ao todo, estão previstas três parcelas, sendo que já existem conversas e avaliações que entendem que o benefício poderá ser estendido por mais tempo.

Veja também:

Compartilhe

Comentários