Salário mínimo em 2021 tem valor definido; veja quanto será

O novo salário mínimo já está valendo desde 01 de janeiro de 2021 em todo o país. Veja o que muda com o reajuste de valores.

Salário mínimo para 2021 foi fechado no valor de R$ 1.100,00 e já está valendo desde o primeiro dia do ano. O aumento foi de R$ 55 sem ganho real, apenas levando em consideração a inflação.

Para calcular o novo piso salarial nacional, o governo utilizou a previsão de alta inflacionária em 5,2%. A quantia foi publicada na última quinta-feira (31/12) no Diário Oficial da União.

Veja o que diz o documento:

A estimativa anterior para o salário mínimo de 2021 era de R$ 1.088, um total de R$ 12 a menos do que está vigente. Segundo o secretário da economia, Marcelo Guaranys, o cálculo para o atual valor considerou a última análise do boletim Focus divulgado pelo Banco Central no dia 28 de dezembro de 2020. Foi também o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) aferido até novembro.

Valores diferentes para o salário mínimo

Entre os 26 estados brasileiros, cinco costumam adotar os próprios valores para salário mínimo. As quantias estaduais são superiores ao piso nacional estabelecidos. Veja:

  • Paraná: usa o salário mínimo somado a 0,55%, podendo ficar entre R$ 1.383,80 e R$ 1.599,40;
  • Rio de Janeiro: ainda não foi definido qual será o pagamento, mas pode ficar entre R$ 1.238,11 e R$ 3.158,96 se forem adotadas as mesmas faixas de 2019;
  • Rio Grande do Sul: atualmente, o piso está congelado no valor do ano passado, portanto a faixa de rendimento vai de R$ 1.237,15 até R$ 1.567,81;
  • Santa Catarina: também não foi confirmado e deve ser definido até fevereiro, sendo assim, o salário mínimo segue de R$ 1.215 a R$ 1.391;
  • São Paulo: seguindo o adotado em 2019, o pagamento está variando de R$ 1.163,55 a R$ 1.183,33, mas ainda pode ser alterado.

O restante das unidades federativas seguem o montante fixado pelo governo federal.

O que pode mudar com o novo valor fixado?

Alguns benefícios são medidos de acordo com o valor do salário mínimo nacional e mudam todo ano por causa dos ajustes. Agora, o piso fixado em R$ 1.100 deve alterar o pagamento de:

  • Abono salarial PIS/PASEP: o pagamento mínimo será de R$ 91,66 para quem trabalhou durante 30 dias com carteira assinada e R$ 1.100 para quem esteve empregado nos 12 meses;
  • Pagamento do INSS: a quantia deve subir e equivaler ao salário mínimo, devendo ser depositado no final de janeiro e início de fevereiro de 2021;
  • Seguro-desemprego: ajustado para igualar ao piso, o benefício é pago para trabalhadores demitidos sem justa causa.

Vale ressaltar também que a mudança afeta também os microempreendedores individuais (MEIs). Isso porque eles recolhem 5% do salário mínimo vigente, então o valor subirá de R$ 52,25 para R$ 55.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »