Saque do auxílio emergencial 2021 começa em maio, entenda

Mesmo que o depósito já tenha começado, o saque do auxílio emergencial 2021 somente poderá ser feito a partir de maio. Saiba os detalhes em nossa matéria.

O auxílio emergencial foi aprovado pelo governo e, conforme medida provisória de nº 1.039, a meta é de conceder quatro novas parcelas em 2021. Para os integrantes do CadÚnico e inscritos no programa desde o ano passado (por app ou site), a primeira parcela já começou a ser depositada nas poupanças sociais digitais. Esses públicos, no entanto, não poderão sacar o auxílio emergencial 2021 em primeiro momento.

Até porque a Caixa planejou as datas com a mesma lógica de 2020, no sentido de evitar aglomerações nas agências bancárias. Assim sendo, os saques imediatos somente serão liberados a partir do mês de maio de 2021. E os beneficiários do Bolsa Família? Nesse caso, o calendário seguirá as datas habituais do programa, tendo em vista os dígitos finais do NIS (Número de Identificação Social).

Os inscritos do Bolsa Família, então, devem receber a primeira parcela a partir de 16 de abril do mesmo ano. Para esse público, o dinheiro poderá ser retirado por meio dos cartões tradicionais (‘Cidadão’ e ‘Bolsa Família’). As movimentações também vão ser permitidas com o uso do aplicativo Caixa Tem, já que as unidades familiares passaram a contar com poupanças sociais digitais de maneira automática.

Depósito e saque do auxílio emergencial; veja calendário da primeira parcela

Como não haverá a abertura de novas inscrições, o auxílio emergencial somente será transferido para quem recebeu o benefício em dezembro de 2020. O principal critério continua o mesmo: é necessário ter renda per capita de até meio salário mínimo e total de até três salários mínimos. Pela página da Dataprev, os interessados podem conferir quem terá direito de receber o auxílio emergencial em 2021.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já havia comentado que os valores do benefício serão variáveis. Isso quer dizer que as mães chefes de família vão receber parcelas de R$ 375, enquanto os que moram sozinhos terão direito aos repasses de R$ 150. Já os demais contemplados vão contar com pagamentos médios de R$ 250.

Para integrantes do CadÚnico e inscritos no programa desde o ano passado, o calendário de pagamento foi organizado com base no mês de nascimento dos beneficiários. Veja as datas para transferência e saque da primeira parcela do auxílio emergencial:

Mês de aniversárioData de depósitoData para saque
Janeiro06/0404/05
Fevereiro09/0406/05
Março11/0410/05
Abril13/0412/05
Maio15/0414/05
Junho18/0418/05
Julho20/0420/05
Agosto22/0421/05
Setembro25/0425/05
Outubro27/0427/05
Novembro29/0401/06
Dezembro30/0404/06

O calendário aos inscritos no Bolsa Família, por sua vez, seguem a mesma lógica dos pagamentos tradicionais do programa. Ou seja? Sempre nos 10 últimos dias úteis de cada vez. Confira as datas em que a primeira parcela será devidamente paga:

Número final do NISDatas de pagamento
NIS 116 de abril de 2021
NIS 219 de abril de 2021
NIS 320 de abril de 2021
NIS 422 de abril de 2021
NIS 523 de abril de 2021
NIS 626 de abril de 2021
NIS 727 de abril de 2021
NIS 828 de abril de 2021
NIS 929 de abril de 2021
NIS 030 de abril de 2021

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »