Saque do PIS/PASEP encerra em junho; veja até quando retirar o valor

O saque do abono salarial PIS/PASEP está se encerrando e quem não retirar o dinheiro dentro do prazo pode perder a quantia paga.

saque pis pasep: a imagem mostra mão segurando notas de 50 reais

Os valores podem ir de R$ 92 até R$ 1.100 - Foto: Concursos no Brasil

Trabalhadores que receberam o PIS/PASEP têm até o próximo mês para fazer o saque o abono salarial. De acordo com o calendário de retiradas, quem tem essa espécie de 14º salário na conta deve retirar o dinheiro em espécie até o dia 30 de junho de 2021. 

De acordo com o site do Banco do Brasil, responsável pelos pagamentos do PASEP a servidores públicos, "caso você não tenha sacado o Abono Salarial dentro do calendário anual de pagamentos, o valor poderá ser solicitado ao Ministério da Economia através do Alô Trabalhador no telefone 158".

Caso alguém opte por não sacar o valor dentro do prazo, ele será estornado para o Fundo de Amparo ao Trabalhador. Quem não retirar o dinheiro até 30 de junho vai perder o direito ao valor acumulado. Dessa forma, só será possível fazer o saque do PIS/PASEP em espécie após ordem na Justiça.

Quem tem direito de receber o PIS/PASEP?

O critério principal para receber o abono salarial é ter trabalhado por, pelo menos, 30 dias com carteira assinada no ano-base, ou seja, no ano anterior. Também são condições:

  • Ter ganhado, no máximo, dois salários mínimos, em média, por mês;
  • Estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • A empresa onde trabalhava deve informar os dados do trabalhador ao governo.

Qual é o valor do abono salarial?

Atualmente, os valores do PIS/PASEP variam de R$ 92 até R$ 1.100, tendo como nivelamento o salário mínimo nacional vigente. A quantia muda de acordo com o período de tempo trabalhado. Sendo assim, conta-se 1/12 do valor máximo para cada 30 dias de serviço comprovado. Logo, o recebimento fica da seguinte forma:

  • 1 mês de trabalho: R$ 92,00;
  • 2 meses de trabalho: R$ 184,00;
  • 3 meses de trabalho: R$ 275,00;
  • 4 meses de trabalho: R$ 367,00;
  • 5 meses de trabalho: R$ 459,00;
  • 6 meses de trabalho: R$ 550,00;
  • 7 meses de trabalho: R$ 642,00;
  • 8 meses de trabalho: R$ 734,00;
  • 9 meses de trabalho: R$ 825,00;
  • 10 meses de trabalho: R$ 917,00;
  • 11 meses de trabalho: R$ 1.009,00;
  • 12 meses de trabalho: R$ 1.100,00.

Como fazer o saque do PIS/Pasep?

Trabalhadores que possuem conta nos bancos que pagam os benefícios devem ter o abono salarial diretamente depositado nelas, desde que haja saldo superior a R$ 1,00 e histórico de movimentação. Já para quem não tem conta nessas instituições, pode fazer o saque do PIS/PASEP em um caixa eletrônico, utilizando o cartão cidadão.

"E quem não possui conta nem o cartão?" Nesse caso, o trabalhador deve ir à qualquer agência do banco que efetua o pagamento e apresentar identidade, CPF e carteira de trabalho para fazer a solicitação de retirada.

Para mais informações, entre em contato com as instituições financeiras:

  • PIS (trabalhador de empresa privada): Por meio do aplicativo Caixa Trabalhador ou no site da caixa, clique em “Consultar pagamento”. Pelo telefone de atendimento da Caixa (0800 726 0207);
  • Pasep (servidor público): Pelos telefones da central de atendimento do Banco do Brasil - 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas) / 0800 729 0001 (demais cidades) / 0800 729 0088 (deficientes auditivos).
Isadora Tristão
Redatora
Nascida na cidade de Goiânia e formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Goiás, hoje, é redatora no site "Concursos no Brasil". Anteriormente, fez parte da criação de uma revista voltada para o público feminino, a Revista Trendy, onde trabalhou como repórter e gestora de mídias digitais por dois anos. Também já escreveu para os sites “Conhecimento Científico” e “KoreaIN”. Em 2018 publicou seu livro-reportagem intitulado “Césio 137: os tons de um acidente”, sobre o acidente radiológico que aconteceu na capital goiana no final da década de 1980.

Compartilhe

Comentários

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »