Sem novo concurso Incra, contratos temporários podem valer até 2023

Concurso Incra é aguardado desde 2010. Em vez de aprovar um novo edital, os parlamentares prorrogaram os contratos temporários. Saiba mais.

Contratos temporários do Incra podem valer até 2023: logo do Incra em fundo esverdeado

O último concurso foi realizado em 2010, com o propósito de preencher 550 vagas. - Foto: Divulgação / Incra

O último concurso Incra foi realizado em 2010 e, por conta do déficit atual, um novo edital é mais do que aguardado pelo órgão público. Enquanto isso não acontece, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária recebeu aval para prorrogar os contratos temporários. A autorização está presente na lei de nº 14.106 e foi divulgada no final de novembro de 2020.

Ao que tudo indica, 27 profissionais temporários poderão ter os seus contratos prorrogados até julho de 2023. O texto da norma, por outro lado, determina que a extensão somente valerá para aquelas contratações firmadas a partir do dia 02 de julho de 2014.

Durante a sessão em que as prorrogações foram aprovadas, os parlamentares também dialogaram sobre a necessidade de um novo concurso Incra. “O tempo de prorrogação é suficiente para se organizar um concurso público”, argumentou a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ).

O parlamentar Tiago Mitraud (Novo-MG), contudo, condenou a possibilidade de um novo edital para efetivos. “É impensável abrir concurso público. Se esse serviço pode ser feito em menos tempo, não faz sentido fazer concurso público para uma demanda temporária”, rebateu o deputado.

Concurso Incra já é aguardado há 10 anos

Mesmo com déficit atual de efetivos, ainda não existe qualquer solicitação de certame sendo analisada pelo Ministério da Economia. O novo concurso Incra, caso seja protocolado e aprovado, poderá abranger oportunidades para o quadro de pessoal do órgão público. Veja:

  • Analista Administrativo (diversas áreas de nível superior);
  • Técnico em Reforma e Desenvolvimento Agrário (nível médio em áreas técnicas específicas);
  • Engenheiro Agrônomo (Perito Federal Agrário); e
  • Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário (superior em diversas áreas).

O último concurso foi realizado em 2010, com o propósito de preencher 550 vagas para os cargos de Analista Administrativo, Técnico em Reforma e Desenvolvimento Agrário, Engenheiro Agrônomo e Analista em Reforma e Desenvolvimento Agrário.

Todas as etapas foram organizadas pela empresa Cetro. Na época, o concurso Incra teve sua validade prorrogada para até 29 de dezembro de 2013. Isso fez com que todas as vagas fossem devidamente preenchidas. As nomeações saíram em 2015.

Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »