Servidores do INSS entram em greve e atendimentos continuam suspensos

Em plenária, os servidores do INSS decidiram manter a suspensão dos atendimentos presenciais para evitar contágio pela COVID-19. Saiba mais!

Servidores do INSS entram em greve e atendimentos continuam suspensos: fachada de uma das sedes do INSS

De acordo com a Fenasps, a orientação é que os servidores exerçam suas atividades em home office. - Foto: Pedro França/Agência Senado

Os servidores do INSS declararam greve sanitária contra a reabertura das agências, tendo em vista que as atividades presenciais seriam retomadas no dia 14 de setembro de 2020. Em plenária promovida pela Federação Nacional dos Servidores da Previdência Social (Fenasps), os representantes do funcionalismo decidiram manter a suspensão dos atendimentos para evitar contágio pela COVID-19.

Acompanhe a matéria completa e fique por dentro de mais detalhes sobre o assunto. Não se esqueça de conferir outros conteúdos de nosso site, como simulados e artigos. Temos certeza de que existe um material feito especialmente para você!

Servidores do INSS entram em greve

De acordo com o jornal “O Dia”, a categoria já havia alertado que não voltaria a atender presencialmente caso não houvesse segurança sanitária e se os índices de contaminação permanecessem altos. Os participantes da plenária destacaram que a decisão foi tomada "diante da intransigência da direção do INSS para reabrir agências no um momento em que o país ainda se encontra com altos indicadores de contaminação”.

Dessa maneira, a orientação é que os servidores exerçam suas atividades de maneira remota. "Será mantido o trabalho remoto enquanto perdurar a pandemia", informa nota da Fenasps. A entidade também solicitou para que os servidores do grupo de risco, bem como os que moram com idosos, protocolem autodeclaração para permanecerem trabalhando em casa.

Atendimentos podem ser feitos pelo “Meu INSS”

Por meio do portal “Meu INSS”, disponível no site ou pelo aplicativo via celular (Android e iOS), é possível encontrar processos e verificar o andamento de benefícios atuais. A plataforma do INSS digital registra todas as informações dos trabalhadores, incluindo contribuições previdenciárias.

Confira os principais serviços fornecidos digitalmente pelo INSS:

  • Aposentadoria por idade;
  • Revisão de benefícios;
  • Aposentadoria por tempo de contribuição;
  • Extrato previdenciário;
  • Consulta de declaração (nada consta);
  • Pensão por morte rural e urbana;
  • Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas);
  • Certidão e simulação de Tempo de Contribuição;
  • Atualização de dados cadastrais do beneficiário;
  • Seguro Defeso do Pescador Artesanal;
  • Salário-maternidade;
  • Carta de Concessão de Benefício;
  • Solicitação de auxílio-doença;
  • Prorrogação de auxílio-doença;
  • Agendamento e resultado de Perícia Médica;
  • Extrato do imposto de renda e de consignado;
  • Cálculo de contribuições em atraso;
  • Excluir desconto de mensalidade associativa do benefício;
  • Possibilidade de recursos;
  • Cópia de processo;
  • Bloqueio do benefício para empréstimo consignado.

Caso não queira acessar a plataforma, também existe a alternativa de solicitar atendimento por meio do número 135. As ligações podem ser realizadas de segunda a sábado, das 7h às 22h.

Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »