Vale-alimentação estudantil 2021 ganha nova rodada na Bahia

O estado da Bahia irá conceder nova parcela de vale-alimentação estudantil, no valor de R$ 55, a partir de 15 de julho de 2021.

O governador da Bahia, Rui Costa, informou que será paga uma nova rodada de vale-alimentação estudantil no valor de R$ 55, a partir de 15 de julho de 2021. A iniciativa faz parte das ações sociais empreendidas pelo estado, por causa da permanência da pandemia do coronavírus.

Os depósitos são feitos via cartão Alelo, para crianças e adolescentes matriculados em escolas públicas que estão sem merenda.

A maior parte desses estudantes tem sua principal fonte de nutrição no ambiente escolar durante o período de aulas. Mas, com o fechamento das as escolas por causa do isolamento social, muitos alunos que faziam refeições na escola acabaram ficando sem a merenda. Por isso, Costa resolveu conceder mais parcelas para que as famílias possam prover alimento aos filhos.

Foram disponibilizados canais de comunicação para que pais e alunos tirem suas dúvidas, por meio do telefone 0800 284 0011 ou por e-mail para a ouvidoria@educacao.ba.gov. Ainda é possível entrar em contato pelo Fale com a Ouvidoria, disponível no Portal da Educação.

Como vai funcionar o vale-alimentação estudantil 2021

De acordo com o governador, quando do lançamento do vale-alimentação estudantil, ele seria pago por criança/adolescente matriculado em instituição pública de ensino.

O valor é de R$ 55 para compensar a falta da merenda escolar do mês. Na Bahia, vale ressaltar, ainda não há previsão de retorno das aulas presenciais e, por isso, a Secretaria de Educação deve garantir os valores para as refeições dos alunos.

Cada estudante tem direito a um cartão da bandeira Alelo e a família pode acumular o pagamento se tiver mais de um jovem estudante matriculado na rede estadual.

O vale-alimentação estudantil na Bahia foi pago ao longo de todo o ano de 2020, assim que a pandemia chegou ao Brasil e as escolas precisaram ser fechadas. Desde então, o estado tem depositado o dinheiro para que sejam feitas compras de produtos apenas alimentícios. No ano passado, os pais dos alunos foram até a escola retirar o cartão do benefício e esse sistema será mantido em 2021.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »