Varejo brasileiro lança aplicativo para recrutar trabalhadores

Setor pode abrir quatro mil vagas e recrutamento será online. Aplicativo é gratuito e já está disponível para cadastro.

Aplicativo vagas no varejo

Conheça o app Vagas no Varejo - Foto: Divulgação / Vagas no Varejo

Foi lançado no dia 01 de maio um novo aplicativo para recrutar trabalhadores para o setor varejista brasileiro. O objetivo é de incentivar o isolamento social e realizar todas as etapas de seleção de forma online.

Para concorrer às vagas ofertadas, o trabalhador deverá baixar o aplicativo Vagas no Varejo, que está disponível inicialmente para os celulares Android, e se candidatar aos cargos disponíveis. Além disso, o profissional poderá cadastrar o currículo e destacar sua área de atuação.

A expectativa é de que o setor ofereça quatro mil vagas em diversas áreas. O projeto foi desenvolvido em parceria com diversas empresas por meio da Abrafarma (Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias), Abrappe (Associação Brasileira de Prevenção de Perdas) e Abras (Associação Brasileira de Supermercados).

Com isso, o setor pretende incentivar a contratação de novos colaboradores, mesmo em tempos de pandemia pelo novo coronavírus. E, além de tudo, incentivar o isolamento social, com a iniciativa de recrutamento 100% online. Além de se candidatar às vagas, o profissional pode cadastrar currículo, informar sua disponibilidade de horários e as experiências acumuladas profissionalmente. 

Aplicativo vai auxiliar no recrutamento

Com a pandemia pelo novo coronavírus, essa foi uma alternativa encontrada pelo setor varejista brasileiro de recrutar novos trabalhadores. Para concorrer ao cargos disponíveis o candidato deverá se inscrever e aguardar as demais informações. 

As vagas estarão disponíveis por cidade e, além do recrutamento online, haverá ainda as etapas de avaliações e entrevistas, que também serão realizadas virtualmente.

Confira outras oportunidades de emprego que estão surgindo pelo Brasil

Números do desemprego no Brasil

De acordo com a a PNAD Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Mensal), o desemprego no país aumentou e atingiu 12,9 milhões de brasileiros no primeiro trimestre de 2020. Os dados foram compartilhados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE.

Além disso, os dados divulgados informam que a taxa de desocupação foi de 12,2%. O número é maior do que o comparado com o trimestre anterior (outubro a dezembro de 2019). Já em comparação com o mesmo período de 2019 a taxa foi menor. 

Os dados, porém, podem não representar de fato os impactos da pandemia do novo coronavírus neste período. Já que é necessário levar em conta que as recomendações de isolamento social começaram em março em diversas cidades pelo Brasil.

Ainda segundo os dados divulgados, houve retração de empregos em quase todas as áreas pesquisadas, como: construção (6,5%), serviços domésticos (5,9%), indústria (2,6%). Além disso, até o número de trabalhadores informais caiu, registrando uma diminuição recorde de 7%.

Márcia Andréia
Redatora
Jornalista no Portal Concursos no Brasil, estudou Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduanda em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Dom Alberto.
Atuou na produção da Record Bahia, na assessoria de comunicação da Prefeitura de Correntina - BA, na redação do Jornal do Sudoeste, dentre outras atividades na área de propaganda.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »