Analista censitário / agronomia

Prepare-se com questões de Analista censitário / agronomia

01

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - O solo, mesmo quando detentor de adequada fertilidade natural, tende a apresentar, após cultivos sucessivos, diminuição em sua capacidade de fornecimento de nutrientes e demais elementos benéficos em quantidade necessária para a manutenção dos níveis de produtividade das lavouras. Para evitar que ocorra redução da disponibilidade de nutrientes, deve-se:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q35402Ca
02

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - Atualmente, o Brasil é o quarto maior produtor mundial de carne suína. Segundo dados do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), a produção nacional em 2013 foi da ordem de 3,3 milhões de toneladas (equivalente-carcaça), mais de 3 milhões de toneladas que o volume registrado há 50 anos. No entanto, os maiores produtores estão bem além dessa quantidade. A produção chinesa, maior do mundo, foi de 54,9 milhões de toneladas em 2013. A da União Europeia totalizou 22,3 milhões de toneladas, e a dos Estados Unidos, 10,5 milhões de toneladas. Nesse cenário, em relação ao Brasil, é correto afirmar que:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q35429Ca
03

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - Na propagação vegetativa de plantas por estaquia, o uso de fitorreguladores químicos, de natureza exógena, ainda é incipiente para diversas culturas, apesar de a experimentação indicar resultados promissores em alguns casos. Muitas vezes os produtos comerciais, já formulados, não contemplam as indicações propostas pela pesquisa experimental, ou a própria experimentação precisa ser desenvolvida junto a cada unidade produtora, levando em consideração as plantas matrizes disponíveis e o próprio ambiente de produção.

Nesses casos, o técnico responsável precisa formular ou orientar a formulação da solução ou dispersão a ser utilizada na propriedade. Considerando o princípio ativo de ácido indolbutíricobb (AIB), comercial, com elevado grau de pureza, é correto afirmar que, para preparar:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q35412Ca
04

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - Os negócios internacionais envolvendo o pescado movimentam cerca de US$ 600 bilhões todos os anos, volume esse que torna os negócios com pescado sete vezes maiores que os de carne bovina e nove vezes maiores que os de carne de frango em nível mundial. Nesse cenário, é a aquicultura que apresenta melhores condições de aumentar a participação brasileira. O Brasil é hoje o 12º maior produtor mundial em aquicultura, porém, os 8.500 km de costa marítima e a maior reserva de água doce, entre outras características, colocam-nos em posição privilegiada para avançar muito nesse ranking. A meta do PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA AQUICULTURA BRASILEIRA - 2015/2020 é ficar entre os maiores produtores do mundo.

Neste contexto, considerando a produção da aquicultura continental (82,36%) e marinha (17,63%), a distribuição da produção aquícola por região brasileira, pela ordem, é:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q35431Ca
05

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - No último censo agropecuário publicado, todas as categorias do item “Áreas dos estabelecimentos, segundo a sua utilização” foram definidas de forma clara para evitar diferentes interpretações.

Nesse sentido, a definição de lavouras ou culturas temporárias e permanentes, além da necessidade ou não de novo plantio após cada colheita, respectivamente, considera que:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q35399Ca
06

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - Uma das principais decisões do pecuarista ao iniciar ou mudar a atividade de pecuária é quanto à escolha da raça que será criada. Dentre as diversas raças utilizadas no Brasil na pecuária de corte, com suas respectivas origens, destacam-se:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q35427Ca
07

(FGV - 2017 - IBGE - Analista Censitário) - Texto 1 – ENTREVISTA COM O FÍSICO HOWARD GELLER

O Brasil passou por um período de racionamento de energia em 2001. Isso pode se repetir? O que pode ser feito para evitar um novo racionamento?

O racionamento foi resultado da política de privatização e desregulamentação que não incentivou suficientemente a construção de novas usinas. O governo também não permitiu que o setor público investisse nessa área. Não planejou nem implementou uma política para o setor. O problema principal foi esse e não tinha uma carência de energia ou da capacidade de fornecê-la, embora o volume de chuvas tenha sido pequeno nos anos anteriores.

No futuro, o desafio será adotar uma política energética que estimule o fornecimento de energia, através de eletricidade ou de combustíveis, a um custo acessível para os consumidores e as empresas, protegendo inclusive o meio ambiente. É preciso levar em conta questões econômicas e sociais. No Brasil, há pelo menos 20 milhões de pessoas que vivem em áreas rurais das regiões Norte e Nordeste, sem acesso à eletricidade. Uma boa política expandiria o fornecimento para essa população. (Ciência Hoje, maio de 2004 - adaptado)

No primeiro parágrafo do texto 1 há um conjunto de termos que recuperam elementos anteriores, o que dá coesão ao texto.

O termo cujo antecedente é uma oração é:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q53802Ca
08

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - Segundo a Constituição brasileira, materializada na Lei nº 11.326, de 24 de julho de 2006, agricultor familiar é aquele que desenvolve atividades econômicas no meio rural e que não possui propriedade rural maior que 4 módulos fiscais; utiliza predominantemente mão de obra da própria família nas atividades econômicas da propriedade e possui a maior parte da renda familiar proveniente das atividades agropecuárias desenvolvidas no estabelecimento rural. Por outro lado, são da agricultura não familiar os estabelecimentos que não se enquadram na definição dessa Lei, que define a agricultura familiar.

Nesse aspecto, com base no último Censo Agropecuário publicado, é correto afirmar que na agropecuária brasileira, a agricultura não familiar é responsável por mais de 50% da produção de:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q35415Ca
09

(FGV - 2017 - IBGE - Analista Censitário) - Considere verdadeira a afirmação:

Todo computador bom é caro e todo computador grande é bom.

É correto concluir que:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q53811Ca
10

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - 

Sem A, não se tem B.
Sem B, não se tem C.

Assim, conclui-se que:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q35395Ca