Analista censitário / agronomia

Prepare-se com questões de Analista censitário / agronomia

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - Segundo a Constituição brasileira, materializada na Lei nº 11.326, de 24 de julho de 2006, agricultor familiar é aquele que desenvolve atividades econômicas no meio rural e que não possui propriedade rural maior que 4 módulos fiscais; utiliza predominantemente mão de obra da própria família nas atividades econômicas da propriedade e possui a maior parte da renda familiar proveniente das atividades agropecuárias desenvolvidas no estabelecimento rural. Por outro lado, são da agricultura não familiar os estabelecimentos que não se enquadram na definição dessa Lei, que define a agricultura familiar.

Nesse aspecto, com base no último Censo Agropecuário publicado, é correto afirmar que na agropecuária brasileira, a agricultura não familiar é responsável por mais de 50% da produção de:

Código da questão
Q35415Ca

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - A frase em que a redundância está ausente é:

Código da questão
Q35392Ca

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - Com relação às aplicações na agricultura, é correto afirmar que o geoprocessamento:

Código da questão
Q35418Ca

Clique aqui e leia o texto relacionado com a questão

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - O título dado ao texto:

Código da questão
Q35383Ca

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - De um modo geral a humanidade dispôs, ao longo do tempo, de 4 estratégias para a melhoria da performance de plantas em cultura – mudanças ambientais, mudanças genéticas, poda e fitorregulação química.

Nesse contexto, pode-se considerar que:

Código da questão
Q35400Ca

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - A agricultura orgânica, representando todos os sistemas alternativos à agricultura convencional, dispõe de marco regulatório oficial no Brasil, desde a publicação da Lei nº 10.831, de 23 de dezembro de 2003, regulamentada pelo Decreto nº 6.323, de 27 de dezembro de 2007, aos quais, ao longo do tempo, somaramse diversos decretos e instruções normativas complementares. Para além do arcabouço jurídico existente e suas frequentes atualizações, é necessário o conhecimento e a compreensão da nomenclatura referente às diferentes vertentes da alternativa orgânica na produção agropecuária, empregados em diferentes condições ambientais, com base em vários princípios filosóficos, tendo em comum a base científica e a sustentabilidade. Nesse contexto, é correto afirmar que:

Código da questão
Q35419Ca

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - O solo, mesmo quando detentor de adequada fertilidade natural, tende a apresentar, após cultivos sucessivos, diminuição em sua capacidade de fornecimento de nutrientes e demais elementos benéficos em quantidade necessária para a manutenção dos níveis de produtividade das lavouras. Para evitar que ocorra redução da disponibilidade de nutrientes, deve-se:

Código da questão
Q35402Ca

Clique aqui e leia o texto relacionado com a questão

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - “Havia um cego sentado numa calçada em Paris. A seus pés, um boné e um cartaz em madeira escrito com giz branco gritava: “Por favor, ajude-me. Sou cego”. Um publicitário da área de criação, que passava em frente a ele, parou e viu umas poucas moedas no boné. Sem pedir licença, pegou o cartaz e com o giz escreveu outro conceito. Colocou o pedaço de madeira aos pés do cego e foi embora”.

O texto pertence ao modo narrativo de organização discursiva, caracterizado pela evolução cronológica das ações.

O segmento que comprova essa evolução é:

Código da questão
Q35385Ca

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - Sobre os amigos Marcos, Renato e Waldo, sabe-se que:

I - Se Waldo é flamenguista, então Marcos não é tricolor;
II - Se Renato não é vascaíno, então Marcos é tricolor;
III - Se Renato é vascaíno, então Waldo não é flamenguista.

Logo, deduz-se que:

Código da questão
Q35396Ca
10ª

(FGV - 2016 - IBGE - Analista/engenharia agronômica) - Atualmente, o Brasil é o quarto maior produtor mundial de carne suína. Segundo dados do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), a produção nacional em 2013 foi da ordem de 3,3 milhões de toneladas (equivalente-carcaça), mais de 3 milhões de toneladas que o volume registrado há 50 anos. No entanto, os maiores produtores estão bem além dessa quantidade. A produção chinesa, maior do mundo, foi de 54,9 milhões de toneladas em 2013. A da União Europeia totalizou 22,3 milhões de toneladas, e a dos Estados Unidos, 10,5 milhões de toneladas. Nesse cenário, em relação ao Brasil, é correto afirmar que:

Código da questão
Q35429Ca