Médico angiologista

Prepare-se com questões de Médico angiologista

01

(CONSULPLAN - 2017 - Prefeitura de Sabará/MG - Médico Angiologista) - A era moderna da reconstrução arterial tem sido possível pelo desenvolvimento da arteriografia, que permitiu a localização anatômica do aneurisma e das lesões oclusivas e suas correlações com os sintomas. Arteriografias aórticas e das extremidades são, geralmente, realizadas por punção com agulha nas artérias femoral ou braquial, passando um fio guia e inserindo um cateter usando a técnica de Seldinger. São complicações relacionadas ao local de punção ou cateter:

I. Hemorragia e hematoma.
II. Pseudoaneurisma.
III. Fístula arteriovenosa.
IV. Trombose local.

Estão corretas as alternativas

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
Código da questão
Q42162Ca
02

(CEPERJ - 2015 - Prefeitura de Saquarema/RJ - Médico angiologista) - Se o Termo de Compromisso de Gestão for aprovado na Comissão Bipartite do estado, o gestor municipal passa a ter a gestão de todos os serviços em seu território. Esta condição permite que:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q23035Ca
03

(AOCP - 2015 - Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes/PE - Médico angiologista) - Assinale a alternativa INCORRETA em relação às vantagens da heparina de baixo peso molecular em relação à heparina convencional, no tratamento da trombose venosa profunda dos membros inferiores.

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q31567Ca
04

(BIORIO - 2016 - Prefeitura de São Gonçalo/RJ - Médico angiologista) - A medicação indicada para prevenir eclâmpsia em mulheres com pré-eclâmpsia grave é:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q47124Ca
05

(FADURPE - 2013 - Prefeitura de Arapiraca/AL - Médico Angiologista) - Em pacientes com isquemia crônica de membros inferiores, a angiografia tem como principal objetivo:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q42180Ca
06

(IBFC - 2014 - Prefeitura de Alagoa Grande/PB - Médico angiologista) - Na trombose venosa profunda, podemos usar os trombolíticos. Sobre a estreptoquinase, não se pode afirmar:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
Código da questão
Q31593Ca
07

(FADURPE - 2013 - Prefeitura de Arapiraca/AL - Médico Angiologista) - De acordo com o TASC (TransAtlantic InterSociety Consensus), como classificaríamos uma estenose única da artéria femoral com 7 cm de extensão?

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q42182Ca
08

(BIORIO - 2016 - Prefeitura de São Gonçalo/RJ - Médico angiologista) - Em relação às penas disciplinares, NÃO é correto afirmar que:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q47110Ca
09

(FBC - 2013 - Prefeitura de Japeri/RJ - Médico angiologista) - Sobre a síndrome pós-trombótica (SPT) afirma-se:

I - A SPT é o nome dado a todas as alterações que acontecem a médio e longo prazo (dentro de 1 a 2 anos) nos membros inferiores após a ocorrência da trombose venosa profunda.

II - A incidência se aproxima a 100% de todos os pacientes.

III - O mecanismo fisiopatológico envolvido na SPT não é ao todo compreendido, entretanto correlacionasse à produção de mediadores inflamatórios e ao próprio processo de recanalização que induz dano às válvulas das veias. Embora muitas veias, sede de trombose, apresentem tendência a se recanalizar com o decorrer do tempo, essas alterações podem acontecer nas veias profundas, quando não existe a recanalização natural das veias que trombosaram ou então em decorrência da destruição das válvulas das veias ao longo do tempo.

Está (ão) CORRETA (s):

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q13988Ca
10

(FBC - 2013 - Prefeitura de Japeri/RJ - Médico angiologista) - Sobre a insuficiência venosa crônica afirma-se:

I - A insuficiência venosa crônica (IVC) pode ser conseqüente a obstrução do retorno venoso, refluxo ou combinação de ambos. O exame clínico e os métodos de diagnóstico complementar objetivam estabelecer quais destas condições estão presentes.

II - O diagnóstico da insuficiência venosa crônica é eminentemente clínico através da anamnese e exame físico.

III - A avaliação da IVC apresenta um grau de dificuldade menor que a avaliação da doença arterial. Os diferentes métodos diagnósticos da doença venosa são examinador - dependente e requerem habilidade clínica específica.

Está (ão) CORRETA (s):

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q13982Ca

Especial Concurso BB

Veja mais »