Museólogo

Prepare-se com questões de Museólogo

(COPESE/UFJF - 2009 - UFJF - Museólogo) - Quem é o courrier?

Código da questão
Q24372Ca

(COPESE/UFJF - 2009 - UFJF - Museólogo) - Imagine a formação de um acervo a partir de dois automóveis antigos. Qual o período de abordagem conceitual possível, que tecnicamente será adequado, a partir desse acervo?

Código da questão
Q24388Ca

(COPESE/UFJF - 2009 - UFJF - Museólogo) - Tombamento é:

Código da questão
Q24381Ca

(COPESE/UFJF - 2009 - UFJF - Museólogo) - Musealização é um conceito da museologia, que vem sendo utilizado mais amplamente a partir da década de 80, do século XX. Sobre esse conceito, assinale a alternativa CORRETA.

Código da questão
Q24393Ca

(FUNRIO - 2015 - UFRB - Museólogo) - A ideia de pesquisa está ligada à produção de conhecimento, e esta noção pode ser empregada nas mais diversas áreas do saber e para as mais diferentes utilidades. Pensar a pesquisa do ponto de vista da “pesquisa científica” implica na produção de conhecimento com base em procedimentos metodológicos e critérios científicos bem determinados. Os museus e aquilo que produzem como conhecimento estão completamente atrelados a processos de pesquisa específicos. Igualmente, a Museologia como disciplina científica vem se desenvolvendo com base na pesquisa sobre os seus próprios métodos e o olhar particular lançado sobre as coisas do real que podemos chamar de “museológico”. Entre os casos descritos abaixo, qual deles NÃO pode ser considerado como referente à “pesquisa museológica”?

Código da questão
Q27554Ca

(FUNRIO - 2015 - UFRB - Museólogo) - O livro “Conceitos-chave de museologia”, organizado por André Desvallées e François Mairesse e publicado pelo Conselho Internacional de Museus – ICOM, define o termo “musealização” considerando que:

“Segundo o sentido comum, a musealização designa o tornar-se museu ou, de maneira mais geral, a transformação de um centro de vida, que pode ser um centro de atividade humana ou um sítio natural, em algum tipo de museu. A expressão ‘patrimonialização’ descreve melhor, sem dúvida, este princípio, que repousa essencialmente sobre a ideia de preservação de um objeto ou de um lugar, mas que não se aplica ao conjunto do processo museológico.” (DESVALLÉES, André & MAIRESSE, François. Conceitos-chave de museologia. São Paulo: Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Museus; Pinacoteca do Estado de São Paulo; Secretaria de Estado da Cultura, 2013. p.56-57).

Sobre a relação entre “musealização” e “patrimonialização”, podemos afirmar que

Código da questão
Q27551Ca

(FUNRIO - 2015 - UFRB - Museólogo) - Considera-se a ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário qualquer ação ou omissão, dolosa ou culposa, que enseje perda patrimonial, desvio, apropriação, malbaratamento ou dilapidação dos bens ou haveres, nos termos da Lei nº 8429/92. Assinale a alternativa que representa esse ato.

Código da questão
Q27543Ca

(COPESE/UFJF - 2009 - UFJF - Museólogo) - Em Minas Gerais, na estrutura estadual, o órgão responsável pelos tombamentos é:

Código da questão
Q24373Ca

(FUNRIO - 2015 - UFRB - Museólogo) - Qual o prazo máximo para a aplicação da pena de suspensão, nos termos da Lei nº 8112/90?

Código da questão
Q27538Ca
10ª

(FUNRIO - 2015 - UFRB - Museólogo) - Como resultado da primeira conferência da Década das Nações unidas para o Desenvolvimento Sustentável, a Declaração de Ahmedabad enfatiza o potencial de ação que possui a educação para mobilizar as pessoas em prol de estilos de vida e políticas sustentáveis. “Educação para a vida; educação pela vida; educação através da vida”: as palavras de Ghandi representam o ideal de uma educação participativa e permanente. Ainda segundo a Declaração de Ahmedabad, para se alcançar um suposto desenvolvimento sustentável embasado na promessa do aumento da qualidade de vida, é preciso promover o empoderamento de todas as pessoas, segundo princípios de igualdade e de justiça social, e a mesma afirma que a chave deste empoderamento é a educação orientada para a ação.

A partir das considerações da citada Declaração, nos países pobres, como os museus do presente podem contribuir para o amplo acesso aos recursos naturais e promover a sustentabilidade por meio da educação permanente?

Código da questão
Q27568Ca