Português – Nível Fundamental

Prepare-se com questões de Português

01

(UEM - 2017 - UEM - Auxiliar Operacional) - Em “As sobras de refeições aguentam alguns dias, se forem bem cozidas e guardadas, no máximo a 4ºC.” (nono parágrafo), a conjunção em destaque introduz uma

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q56999Ca
02

(MPE-GO - 2018 - MPE-GO - Auxiliar Administrativo) - Assinale a alternativa na qual a palavra mesmo ou mesma está empregada corretamente.

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q56624Ca
03

(COMVEST UFAM - 2016 - UFAM - Assistente de Laboratório ) - Durante o verão, ouve um dia uma ventania muito grande, que, sem qualquer gentileza, derrubou muitas árvores. Pedro, que saíra com uma enchada na mão para capinar, disse-me que sentiu uma vertijem muito forte. A impressão que me deu é que nenhuma bússula daria a direção correta, se fosse preciso nos guiarmos. Foi uma exceção num tempo tão tranquilo como aquele em que vivíamos.

Assinale a palavra CORRETAMENTE escrita:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q58086Ca
04

 (CETAP - 2019 - Prefeitura de Maracanã) - Utilize o Fragmento a seguir para responder a questão: "água mole em pedra dura, tanto bate até que fura".

A oração:"(...) até que fura” classifica-se como:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
Código da questão
Q56571Ca
05

(COMVEST UFAM - 2016 - UFAM - Assistente de Laboratório ) - Conquanto os dados estatísticos reflitam fielmente as divisões de classe da sociedade, os problemas humanos não podem ser simplesmente descritos por estatísticas.

Assinale a alternativa que contém a conjunção que substituiria, sem perda de sentido, o termo “conquanto”:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q58088Ca
06

(FUNDEP - 2020 - Prefeitura de Barão de Cocais - MG) - INSTRUÇÃO: Leia o texto a seguir para responder à questão.

Esses dias, a vizinha veio me perguntar por que os bebês andavam chorando tanto. Eu até assustei: “Quando?” Ela disse: “Ah, eles têm chorado algumas vezes ao dia”. Realmente, tiveram virose, dentinhos estavam nascendo. Bebês choram, não é mesmo? Aqui em casa, todo mundo sabe que choro tem que ser acalentado, mas, por mais que a gente tente ao máximo acalmá-los, tem hora que eles vão chorar, e a vizinha vai ter que escutar.

Mas e quando é o primogênito, de quase quatro anos, que chora? Recentemente, João ouviu a tradicional e assustadora frase “Que coisa feia. Você é rapaz, homem não chora”. A reação dele foi mais ou menos igual à minha diante da pergunta da vizinha. Ele fez uma cara de interrogação, mas continuou chorando, ainda bem. Não que eu queria ver meu filho sofrendo, mas aqui em casa ele pode e deve sim pôr pra fora sua mágoa, sua raiva, seus sentimentos. E não tem isso de que só menina pode chorar. Que absurdo!

Eu sempre gostei de chorar para extravasar emoções. Para mim, é uma forma de consolo, de desabafo. E com criança, seja menino ou menina, chorar tem o mesmo sentido. É a forma natural do ser humano de reagir a uma alegria extrema ou à dor, seja ela física ou emocional.

Mas por que, então, menino não pode chorar? Qual é medo dos pais? Do filho se tornar uma pessoa fraca? De parecer menina? De ser ou virar gay? Que coisa mais machista e ultrapassada. Chorar é inerente ao ser humano. É necessário e não define orientação sexual de ninguém.

Quando a gente chora, põe para fora muita coisa que poderia causar ou aumentar sofrimento. E quando se trata de criança, o choro, inclusive, pode ser a forma de ela expressar que algo errado está acontecendo, um abuso sexual, por exemplo. E se a gente sufoca o choro da criança, pode criar uma barreira intransponível entre mãe / pai / responsáveis e filho. Ele pode deixar de contar algo importante porque foi ensinado que chorar é errado e feio.

Pois eu acredito que chorar é para os fortes. Não engula seu choro nem o dos seus filhos!

                                                      Disponível em:<www.otempo.com.br/opiniao/criando-juntos/>. Acesso em: 27 nov. 2019 (Adaptado).

Assinale a alternativa que apresenta um título adequado para esse texto.

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
Código da questão
Q58906Ca
07

(MPE-GO - 2019 - MPE-GO - Secretário Auxiliar) - Assinale a alternativa que indica as frases em que as normas de concordância verbal FORAM observadas:

I) Ouviram-se notícias a respeito da prática do crime de tortura.

II) Faziam anos que o crime de tortura não era praticado naquela pequena cidade.

III) Deveria existir punições mais severas para a prática do crime de tortura.

IV) Ainda faltam apurar as circunstâncias da prática do crime.

V) Pode haver manifestações populares no dia do julgamento.

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q56546Ca
08

(CETAP - 2019 - Prefeitura de Maracanã) - “A vida não é sobre metas, conquistas e linhas de chegada (...) É sobre quem você se toma nessa caminhada”. O sentido do pensamento é:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
Código da questão
Q56500Ca
09

(Serctam - 2016 - Prefeitura de Quixadá - CE - Motorista) - Indique a afirmativa correta:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
Código da questão
Q57652Ca
10

(Serctam - 2016 - Prefeitura de Quixadá - CE - Agente de Combate às Endemias) - 

A vida na aldeia: uma lição dos índios

O que mais chama a atenção na forma de vida dos índios é a existência de uma igualdade entre eles muito maior do que em nossa sociedade. Numa comunidade indígena, todos podem usar a terra em função da relação de parentesco entre eles. Ninguém passa fome por não ter onde plantar, caçar, pescar; Não há patrões e empregados: nem ricos, nem pobres.

A terra pertence à comunidade. Isso não quer dizer que a propriedade seja coletiva ou que todos trabalhem juntos. Embora a terra seja da comunidade, o que cada indivíduo ou cada grupo de parentes possui é bem definido. Cada índio ou grupo de parentes tem a própria roça e não deve roubar a plantação dos outros. Há muita troca de trabalho; é comum que um homem ajude um parente na roça durante alguns dias, para mais adiante receber a retribuição. Existe também a obrigação de trocar presentes.

Enfim, não existe a preocupação em acumular, como em nossa sociedade. Tudo o que os índios produzem serve para usarem, darem, para poderem ser generosos uns com os outros: para eles, isso significa ser rico, generoso.

Fernando Portela e Betty Minolin.

A questão do Índio. São Paulo, Ática, 1989.

De acordo com o texto acima, responda a questão:

O que significa ser rico para os índios?

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q57904Ca

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »