Relações públicas

Prepare-se com questões de Relações públicas

(UPENET/UPE - 2010 - SUAPE - Relações públicas) - Pernambuco tem uma história na televisão brasileira. Uma longa história que valeu a publicação “A Televisão Pernambucana: - por quem a viu nascer”. É um trabalho cheio de fatos, inclusive pitorescos, e que ilustram como foi o início desse meio de comunicação, suas dificuldades e o seu apogeu. O autor do reconhecido trabalho, base para todos os que se dedicam ao campo da comunicação social – especialmente em Pernambuco, é

Código da questão
Q14766Ca

Clique aqui e leia o texto relacionado com a questão

(UPENET/UPE - 2010 - SUAPE - Relações públicas) - Sobre João, Francisco, Antônio, é INCORRETO afirmar que

Código da questão
Q14739Ca

(AOCP - 2016 - EBSERH - Nacional - Relações públicas) - Em uma pesquisa feita com um grupo de 160 pessoas, descobriu-se que 60% gosta de chocolate ao leite e 40% gosta de chocolate amargo, mas não gosta de chocolate ao leite. Dos que gostam de chocolate ao leite, 25% também gosta de chocolate amargo. Desse grupo de 160 pessoas, o número de pessoas que gosta de chocolate amargo é de

Código da questão
Q31640Ca

(FUNDEP - 2012 - Prefeitura de Lagoa Santa/MG - Relações públicas) - Mumby (in: Kunsch, 2010) define os estudos críticos como um esforço sistemático em explorar, criticar e se dedicar às relações entre poder, discurso e organizing no contexto da distribuição desigual de recursos discursivos, políticos e matérias.

As seguintes referências são apontadas pelo autor como contribuições dos estudos críticos para o campo da comunicação organizacional, EXCETO

Código da questão
Q20726Ca

(FUNDEP - 2012 - Prefeitura de Lagoa Santa/MG - Relações públicas) - Na atualidade, acredita-se que é muito difícil uma organização não se valer dos benefícios de um planejamento estratégico bem feito para poder se adaptar às demandas que a todo momento surgem no ambiente em que está inserida (KUNSCH, 2009).

Analise as seguintes afirmativas da autora referentes ao planejamento, gestão e pensamento estratégicos.

I. O planejamento estratégico viabiliza a produção de uma análise estratégica capaz de construir um diagnóstico situacional, além de fornecer indicativos sobre as possibilidades e fraquezas de uma organização.

II. A concepção evolutiva do planejamento estratégico remete-nos à administração estratégica e ao pensamento estratégico.

III. O processo de planejamento estratégico implica o comprometimento comum com as decisões tomadas na busca da superação das fraquezas do ambiente interno e posicionamento frente às ameaças e oportunidades externas.

IV. Pensamento estratégico não coaduna com a intuição e insigths que ocorrem no ato de planejar.

A partir dessa análise, podemos concluir que estão CORRETAS

Código da questão
Q20730Ca

(IF/RS - 2014 - IF/RS - Relações públicas) - Assinale a alternativa INCORRETA:

Código da questão
Q25111Ca

(FUNDEP - 2012 - Prefeitura de Lagoa Santa/MG - Relações públicas) - A aplicação da conceituação lógica sobre públicos proposta por França (2008) apresenta algumas complexidades, sobretudo quando enfatiza o relacionamento das organizações com o terceiro setor.

Analise essas afirmativas do autor sobre as dificuldades de classificação desse tipo.

I. A lógica de relacionamento não é similar à de organizações corporativas.

II. A rede de relacionamento pode ser muito ampla e diversa o suficiente para dificultar o estabelecimento das inter-relações.

III. Na maioria das situações, a aplicação dos critérios lógicos acontece por força voluntária e não jurídica.

IV. Considera-se o fato de que existe uma regulamentação própria do terceiro setor.

A partir desta análise, podemos concluir que estão CORRETAS

Código da questão
Q20733Ca

(AOCP - 2016 - EBSERH - Nacional - Relações públicas) - De acordo com o que dispõe a Lei 8.080/90, entende-se por Vigilância Epidemiológica

Código da questão
Q31649Ca

(IF/RS - 2014 - IF/RS - Relações públicas) - Na fase de análise do ambiente externo para a formulação do plano estratégico de comunicação organizacional são considerados os fatores externos ou variáveis que podem interferir na vida da organização. Qual das alternativas a seguir NÂO é uma dessas variáveis?

Código da questão
Q25124Ca
10ª

(AOCP - 2016 - EBSERH - Nacional - Relações públicas) - NÃO é função da assessoria de comunicação dentro das organizações:

Código da questão
Q31664Ca