Soldado da Polícia Militar

Prepare-se com questões de Soldado da Polícia Militar

01

(IBFC - 2018 - PM-PB - Soldado da Polícia Militar) - Duas torneiras abertas e com mesma vazão enchem um tanque, que estava vazio, em 18 horas. Se mais uma torneira, idêntica às duas, e com mesma vazão, fosse aberta, então o tanque seria completamente cheio em:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
Código da questão
Q54941Ca
02

(IESES - 2010 - Polícia Militar/SC - Soldado da Polícia Militar) - A Hidrelétrica de Itaipu, maior hidrelétrica do mundo, foi construída na fronteira entre:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
Código da questão
Q28783Ca
03

(IESES - 2010 - Polícia Militar/SC - Soldado da Polícia Militar) - O Museu da Língua Portuguesa é um espaço interativo sobre o nosso idioma. Faz o visitante conhecer as origens e a evolução da língua portuguesa de uma maneira surpreendente e prazerosa. Este Museu está localizado no Estado de:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
Código da questão
Q28784Ca
04

(IBFC - 2018 - PM-SE - Soldado da Polícia Militar) - Texto I

A Rua
(Fragmento)

EU AMO A RUA. Esse sentimento de natureza toda íntima não vos seria revelado por mim se não julgasse, e razões não tivesse para julgar, que este amor assim absoluto e assim exagerado é partilhado por todos vós. Nós somos irmãos, nós nos sentimos parecidos e iguais; nas cidades, nas aldeias, nos povoados, não porque soframos, com a dor e os desprazeres[...], mas porque nos une, nivela e agremia o amor da rua.
(...) a rua é um fator da vida das cidades, a rua tem alma! (...) a rua é a agasalhadora da miséria. Os desgraçados não se sentem de todo sem o auxílio dos deuses enquanto diante dos seus olhos uma rua abre para outra rua (...).
A rua nasce, como o homem, do soluço, do espasmo. Há suor humano na argamassa do seu calçamento. Cada casa que se ergue é feita do esforço exaustivo de muitos seres, e haveis de ter visto pedreiros e canteiros, ao erguer as pedras para as frontarias, cantarem, cobertos de suor, uma melopeia tão triste que pelo ar parece um arquejante soluço. A rua sente nos nervos essa miséria da criação, e por isso é a mais igualitária, a mais socialista, a mais niveladora das obras humanas. (...) A rua é a eterna imagem da ingenuidade. Comete crimes, desvaria à noite, treme com a febre dos delírios, para ela como para as crianças a aurora é sempre formosa, para ela não há o despertar triste, e quando o sol desponta e ela abre os olhos esquecida das próprias ações, é (...) tão modesta, tão lavada, tão risonha, que parece papaguear com o céu e com os anjos...
A rua faz as celebridades e as revoltas, a rua criou um tipo universal, tipo que vive em cada aspecto urbano, em cada detalhe, em cada praça, tipo diabólico que tem, dos gnomos e dos silfos das florestas, tipo proteiforme, feito de risos e de lágrimas, de patifarias e de crimes irresponsáveis, de abandono e de inédita filosofia, tipo esquisito e ambíguo com saltos de felino e risos de navalha, o prodígio de uma criança mais sabida e cética que os velhos de setenta invernos, mas cuja ingenuidade é perpétua, voz que dá o apelido fatal aos potentados e nunca teve preocupações, criatura que pede como se fosse natural pedir, aclama sem interesse, e pode rir, francamente, depois de ter conhecido todos os males da cidade, poeira d’oiro que se faz lama e torna a ser poeira – a rua criou o garoto!

RIO, João do. A alma encantadora das ruas. São Paulo: Companhia das Letras, 1997, pp. 28–31.

Vocabulário
Agremia: do verbo agremiar; juntar num mesmo grupo.
Canteiros: pedreiros responsáveis pelas construções com pedra.
Frontarias: fachada principal; frente.
Melopeia: melodia; canção melodiosa.
Silfos: seres mágicos do ar presente em mitologias europeias.
Proteiforme: que muda de forma frequentemente.
Potentados: majestades; maiorais; pessoas de grande poder.
No último parágrafo do texto, o autor emprega uma estratégia discursiva para a apresentação de uma ideia. Tal estratégia pode ser entendida como:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
Código da questão
Q53368Ca
05

(UEG - 2013 - Polícia Militar/GO - Soldado) - Quanto aos poderes da Administração Pública:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
Código da questão
Q38766Ca
06

(VUNESP - 2018 - PM-SP - Soldado da Polícia Militar) - Uma loja colocou à venda 80 peças do tipo A e 40 peças do tipo B, e após uma semana havia vendido 1/4 das peças do tipo A e 2/5 das peças do tipo B. Em relação ao número total de peças colocadas à venda, o número de peças que não foram vendidas nessa semana representam

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q53265Ca
07

(INCAB - 2019 - PM-SC - Soldado da Polícia Militar) - 

A solidão é a grande ameaça

Quando eu era jovem, eu nunca tive o conceito de “redes”. Eu tinha o conceito de laços humanos, de comunidades, esse tipo de coisa, mas não redes. Qual é a diferença entre comunidade e rede? A comunidade precede você. Você nasce numa comunidade. Por outro lado, temos a rede.

O que é uma rede? Ao contrário da comunidade, a rede é a que é feita e mantida viva por duas atividades diferentes. Uma é conectar e a outra é desconectar. E eu acho que a atratividade do novo tipo de amizade, o tipo de amizade do Facebook, como eu a chamo, está exatamente aí. Que é tão fácil de desconectar.

É fácil conectar, fazer amigos. Mas o maior atrativo é a facilidade de se desconectar. Imagine que estamos falando não de amigos on-line, conexões on-line, compartilhamento on-line, mas sim de conexões off-line, conexões de verdade, frente a frente, corpo a corpo, olho no olho. Neste caso, romper relações é sempre um evento muito traumático. Você tem que encontrar desculpas, você tem que se explicar, você tem que mentir com frequência e, mesmo assim, você não se sente seguro, porque seu parceiro diz que você não tem direitos, que você é um porco etc. É difícil. Na internet, é tão fácil, você só pressiona delete e pronto. Em vez de 500 amigos, você terá 499, mas isso será apenas temporário, porque amanhã você terá outros 500, e isso corrói muito os laços humanos.

Os laços humanos são uma mistura de bênção e maldição.

Bênção porque é realmente muito prazeroso, é muito satisfatório ter outro parceiro em quem confiar e fazer algo por ele ou ela. É um tipo de experiência indisponível para a amizade no Facebook; então, é uma bênção... E eu acho que muito jovem não tem nem mesmo consciência do que eles realmente perderam, porque eles nunca vivenciaram esse tipo de situação.

Por outro lado, há a maldição, pois quando você entra no laço, você espera ficar lá para sempre. Você jura, você faz um juramento: até que a morte nos separe, para sempre. O que isso significa? Significa que você empenha o seu futuro. Talvez amanhã, ou no mês que vem, ou no ano que vem, haja novas oportunidades. Agora você não consegue prevê-las, porque você ficará preso aos seus antigos compromissos, às suas antigas obrigações.

Então, trata-se de uma situação muito ambivalente e, consequentemente, de um fenômeno curioso dessa pessoa solitária numa multidão de solitários. Estamos todos numa solidão e numa multidão ao mesmo tempo.

ZIGMUNT BAUMAN. Fronteiras.com/artigos/zygmunt-bauman-la-solidao-e-a-grande-ameaça. (Adaptado)

Tendo em vista o fragmento “Estamos todos numa solidão e numa multidão ao mesmo tempo.”, analise as afirmativas a seguir.

I. AO MESMO TEMPO é uma expressão adverbial que, contrariamente à ideia de invariabilidade dos advérbios e locuções adverbiais, flexiona em número.

II. O lugar sintático do sujeito, na oração que forma o período em análise, está vazio, mas sua existência continua assinalada na flexão verbal.

III. A expressão NUMA SOLIDÃO possui concordância inadequada em relação ao elemento a que se refere.

Está correto apenas o que se afirma em:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q55017Ca
08

(IBFC - 2018 - PM-PB - Soldado da Polícia Militar) - Embora pertençam a frases diferentes no texto, em “Eu era um falso. Um santo falsificado!”(3º§), pode-se concluir, em função do paralelismo sintático, que “um falso” e “Um santo falsificado” exercem a função sintática de:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
Código da questão
Q54916Ca
09

(VUNESP - 2018 - PM-SP - Soldado da Polícia Militar) - Ao preparar uma apresentação no Microsoft PowerPoint 2010, em sua configuração original, um usuário adicionou uma AutoForma no slide 1. Ao pressionar F5 e iniciar o modo de exibição Apresentação de Slides, essa AutoForma deve ser exibida imediatamente, mas precisa ser configurada com uma animação do tipo ____________, para que desapareça.

Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna do texto.

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q53275Ca
10

(IBFC - 2017 - PM-BA - Soldado da Polícia Militar) - Assinale a alternativa correta. O nono termo da sequencia lógica 3, - 6, 12, -24, ... , representa o total de candidatos presentes num concurso público. Se 210 desses candidatos foram aprovados, então o total de candidatos reprovados foi de:

  1. a
  2. b
  3. c
  4. d
  5. e
Código da questão
Q53288Ca