Concurso TCM SP: Edital será reaberto! Até R$ 18,8 MIL

O concurso TCM SP contemplará oportunidades para os cargos de Auxiliar Técnico e Agente de Fiscalização. Confira os detalhes atualizados!

Concurso TCM SP: fachada do Tribunal de Contas do Município de São Paulo

Concurso TCM SP abrange 12 vagas imediatas e cadastro reserva. - Foto: Divulgação/TCM - SP

O edital do concurso TCM SP será reaberto! Em comunicado*, o Tribunal de Contas do Município de São Paulo confirmou que haverá um novo período para que os interessados possam realizar suas inscrições. O prazo tinha se encerrado no dia 23 de abril de 2020, conforme informações constantes no edital de nº 001/2020.

Além do mais, o órgão também informou que a aplicação das provas continuará suspensa até que as autoridades sanitárias divulguem os procedimentos para dar continuidade ao certame. Todas as etapas classificatórias estão sendo organizadas pela Fundação VUNESP, com ao menos 12 vagas imediatas e cadastro reserva para profissionais de níveis médio e superior. 

Ficou curioso e quer saber mais detalhes? Acompanhe a matéria completa logo abaixo. Não se esqueça de conferir outros conteúdos de nosso site, como simulados e artigos. Temos certeza de que existe um material feito especialmente para você!

*O comunicado está disponível no Diário Oficial do Estado de São Paulo (caderno "Diário Oficial da Cidade de SP", dia 25 de julho de 2020, página 33)! Esse documento também pode ser encontrado no site da organizadora.

Concurso TCM SP: vagas na disputa

Das vagas disponíveis no concurso TCM SP, 10 são para o cargo de Auxiliar Técnico de Fiscalização nas seguintes categorias:

  • Suporte Administrativo: oito vagas, sendo seis de ampla concorrência e duas voltadas para candidatos negros;
  • Técnico em Informática: duas vagas de ampla concorrência.

Para concorrer a alguma dessas ocupações, o candidato deve possuir ensino médio completo. Porém, para quem estiver interessado no serviço de Técnico de Informática, será preciso comprovar curso técnico na área de TI e experiência mínima de 3 anos como Desenvolvedor, Programador ou Codificador.

O vencimento oferecido será de R$ 5.046,82, com gratificação de incentivo à especialização e produtividade (GIEP) no valor de R$ 5.270,50, totalizando uma remuneração inicial de R$ 10.317,32.

Já para nível superior completo, o certame abrange duas vagas imediatas e cadastro reserva para o cargo de Agente de Fiscalização.

Confira as áreas disponíveis:

  • Administração (CR);
  • Ciências Atuariais (duas vagas imediatas);
  • Ciências Contábeis (CR);
  • Ciências Jurídicas (CR);
  • Economia (CR);
  • Engenharia Civil (CR);
  • Tecnologia da Informação.

Para ingressar na disputa, os interessados nesses cargos devem possuir registro no conselho de classe competente. A única exceção corresponde à área de Tecnologia da Informação, pois o candidato deve ter experiência profissional mínima de três anos.

O vencimento oferecido será de R$ 10.818,37 com GIEP de R$ 8.011,16, o que significa uma remuneração total inicial de R$ 18.829,53. Você ainda pode conferir as atribuições de cada cargo no primeiro anexo do edital de abertura.

Concurso TCM SP: candidatos inscritos

No mesmo comunicado sobre a reabertura das inscrições, também foi informado o número de candidatos inscritos até então. Confira: 

CargoTotal de inscritos
Auxiliar Técnico de Fiscalização - Suporte Administrativo22.665
Auxiliar Técnico de Fiscalização - Tecnologia de Informação378
Agente de Fiscalização - Administração1.819
Agente de Fiscalização -  Ciências Atuariais131
Agente de Fiscalização -  Ciências Contábeis1.456
Agente de Fiscalização -  Ciências Jurídicas1.959
Agente de Fiscalização -  Economia509
Agente de Fiscalização -  Engenharia Civil908
Agente de Fiscalização -  Tecnologia da Informação592
Total:30.417

Etapas de classificação adiadas por causa do coronavírus

Com duração máxima de cinco horas, o concurso TCM SP será composto de prova escrita (questões objetivas e redação) para todos os candidatos inscritos.

Entretanto, por causa da pandemia de coronavírus (COVID-19), elas foram adiadas conforme comunicado oficial! A nova data para aplicação das provas ainda não foi divulgada. O candidato precisa ficar atento ao site da banca organizadora para acompanhar o novo cronograma.

As questões de múltipla escolha abordarão assuntos de:

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Conhecimentos Específicos;
  • Conhecimentos Especializados.

O conteúdo programático pode ser encontrado no quinto anexo do edital. No entanto, quem estiver inscrito na área de Tecnologia da Informação e no cargo de Técnico em Informática, não terá a parte de Raciocínio Lógico.

E os candidatos que estiverem concorrendo aos postos de nível superior? Ainda irão responder três questões discursivas.

Assim, serão aprovados apenas aqueles que obtiverem 50% da nota total em cada um dos módulos. Eles serão convocados para participar de um Programa de Formação e, para tanto, os próprios candidatos devem fazer sua inscrição nessa etapa pelo site da Fundação VUNESP, onde será divulgado o edital de convocação. 

Após a conclusão do curso, que terá carga horária de 40 horas, os candidatos do concurso TCM SP passarão por uma prova final de caráter eliminatório.

Dicas para as provas do TCM SP: Noções de auditoria

É muito comum no ambiente administrativo o termo auditoria. Isso porque tal processo é uma forma efetiva de controlar o funcionamento do empreendimento, seja ele de natureza pública ou privada.

De forma sintetizada, a auditoria abrange os seguintes aspectos dentro de determinada dinâmica administrativa: registros, transações e operações.

Apesar de ser mais comum auditorias no sistema financeiro, há aquelas que investigam o funcionamento laboral e ambiental da empresa. Essas, geralmente são feitas por exigências de órgãos certificadores.

Como a maioria das auditorias abarca o funcionamento financeiro, é comum que elas sejam feitas por (ou com o apoio de) profissionais técnicos, geralmente contadores. A contratação de tais profissionais garante legitimidade e credibilidade à auditoria realizada.

Além de investigar o funcionamento da empresa, a auditoria traz as falhas e propõe iniciativas capazes de reverte-las. Por isso, é de suma importância o chamado “controle interno” exposto a seguir.

Controle interno

Com a globalização, as empresas enfrentam maiores desafios para se manterem no mercado, sendo necessária a utilização (ou a criação) de técnicas que garantam seu melhor funcionamento.

Se você já está inserido em tal meio, ou se pretende se inserir, é de suma importância conhecer o controle interno e sua importância para o cumprimento dos objetivos de uma organização.

O controle interno é definido como sendo o conjunto de métodos que buscam compreender o funcionamento de uma empresa, tendo como principais objetivos: proteção ao patrimônio, garantia de boas práticas de gestão e, oferecer dados contábeis precisos e confiáveis.

Esse conjunto de métodos vai além das políticas administrativas da empresa, passando também pelas ações de seus colaboradores. Dessa forma, o controle interno, evita erros e ações que possam ser lesivas à empresa (como perdas financeiras ou prejuízos à sua reputação).

Mas, afinal, como fazer o controle interno dentro de uma organização? Seguindo seus princípios fundamentais, que são:

  • Segregação de funções;
  • Confronto dos ativos com os registros;
  • Amarração do sistema;
  •  Custos do Controle x Benefícios;
  • Limitações do controle interno.

Além de tais princípios é fundamental que o controle interno seja periódico, com verificações constantes.

Técnicas e Procedimentos de auditoria

Após entender o conceito de auditoria e como funciona o controle interno, se faz importante conhecer quais são as técnicas e os procedimentos de uma auditoria.

Basicamente, a auditoria conta com os seguintes procedimentos:

  • Exame físico: verificação in loco, que permite ao auditor identificar os pontos chave do funcionamento da instituição;
  • Exame documental: consiste na análise de documentos da empresa, com o intuito de identificar aspectos não observados no exame físico ou confirmar os observados;
  • Conferências: identifica por meio de operações aritméticas aspectos que não podem ser constatados nos itens anteriores, como estoque e cálculo de juros a receber, por exemplo;
  • Escrituração: consiste na constatação da veracidade das informações financeiras identificadas em uma ou todas as etapas anteriores;
  • Investigação: é o momento em que é feita uma analise minuciosa das matérias auditadas (documentos, por exemplo), com o intuito de identificar algo incomum nas mesmas;
  • Inquérito: formulação de perguntas e respostas com base nas informações levantadas;
  • Registros auxiliares: consiste na busca de informações que possam complementar as análises realizadas;
  • Identificar as correlações: consiste em criar hipóteses sobre os problemas identificados e as correlações entre os mesmos;
  • Relatório: consiste na organização das informações e apresentação à empresa auditada.

Cabe lembrar que o auditor deve ter postura ética e sob nenhuma hipótese deve ocultar informações da auditoria.

Contudo, a auditoria é uma das mais importantes praticas dentro de uma empresa, uma vez que a mesma atua diretamente na melhora do desempenho. No entanto, para que seja de fato eficaz, o processo de auditoria deve ser feito regularmente.

  • Saiba mais nas apostilas para o concurso do TCM SP!

Sobre a Fundação VUNESP

A Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Fundação VUNESP) foi criada em 26 de outubro de 1979 com o objetivo de organizar os vestibulares da VUNESP, concursos públicos e outros processos de seleção.

Com o passar dos anos, a fundação foi ganhando notoriedade e sendo selecionada pra ser a banca organizadora de concursos e processos seletivos ao redor do país. Com mais de 200 funcionários, a Fundação VUNESP não possui fins lucrativos e também promove atividades de pesquisa e extensão na área da educação.

Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos em São Paulo diretamente no seu e-mail
Concursos RelacionadosVagas
SES SP7
CODEN
Todos os níveis de escolaridade
13
Conjunto Hospitalar do Mandaqui2
CRT - SP
Níveis Médio e Superior
108
Delegacia da Receita Federal do Brasil em Sorocaba
Nível Superior
17
FAMESP
Nível Superior
10
FAMESP1
FUNCAMP
Todos os níveis de escolaridade
6
Fundam1
Prefeitura de Amparo
Todos os níveis de escolaridade
1
Veja todos » Concursos Abertos