Concurso IBGE: tudo sobre o cargo de Agente de Pesquisas por Telefone

Concurso IBGE 2021: das 207.332 vagas confirmadas, ao menos 180 serão destinadas para Agente de Pesquisas por Telefone. Saiba detalhes sobre o cargo.

Com base na portaria divulgada no dia 29 de janeiro, o concurso IBGE para o Censo Demográfico foi confirmado e deverá ocorrer neste ano de 2021. Serão ofertadas 207.332 vagas temporárias, incluindo 180 oportunidades de nível médio para Agente Censitário de Pesquisas Por Telefone. Mas você sabe quais são as atribuições desse cargo, bem como requisitos específicos e remuneração prevista? Em nossa matéria, você confere todos os detalhes sobre o assunto.

Vale lembrar que o concurso IBGE seria realizado ainda em 2020, mas ele acabou sendo adiado devido ao contexto de pandemia no país. Com a liberação da nova portaria sobre a retomada do certame, espera-se que o edital de abertura seja publicado em até seis meses, contando a partir do dia 29 de janeiro de 2021.

Concurso IBGE 2021 terá 207.332 vagas temporárias

De acordo com a portaria que firmou a autorização do concurso IBGE 2021, serão disponibilizadas 207.332 vagas temporárias. Os contratos, por sua vez, terão validade durante um ano, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Veja a distribuição de todas as oportunidades confirmadas:

  • Agente Censitário Municipal (ACM): 5.500 vagas;
  • Agente Censitário Supervisor (ACS): 18.420 vagas;
  • Agente Censitário de Pesquisas por Telefone: 180 vagas;
  • Supervisor Censitário de Pesquisas e Codificação: 12 vagas;
  • Recenseador: 183.100 vagas;
  • Codificador Censitário: 120 vagas.

Concurso IBGE 2021: O que faz um Agente de Pesquisas por Telefone?

Para ingressar na carreira de Agente de Pesquisas por Telefone, é necessário ter nível médio completo e um ano de experiência em teleatendimento/telemarketing. Confira, abaixo, as atribuições inerentes ao cargo:

  • Coletar informações, via telefone, com segurança, presteza e atenção garantindo fidedignidade das informações; e
  • Realizar a coleta utilizando roteiros e scripts planejados, assistido por sistema computacional, visando a captar e dirimir dúvidas quanto aos dados fornecidos.

Concurso IBGE 2021: quanto ganha um Agente de Pesquisas por Telefone?

De acordo com o edital do processo seletivo de 2016, os candidatos classificados recebem remunerações de R$ 950 em jornadas de 30 horas semanais.

Esse valor, por outro lado, poderá ser ajustado pelo IBGE. As mudanças somente serão confirmadas após o lançamento do novo documento regulamentador.

Concurso IBGE 2021: o que estudar para as provas de Agente de Pesquisas por Telefone?

Ainda conforme o edital do processo seletivo de 2016, os interessados no cargo de Agente Censitário de Pesquisas por Telefone devem estudar para as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa: 30 questões;
  • Conhecimentos Gerais: 20 questões;
  • Raciocínio Lógico: 10 questões.

Conteúdo programático para Agente de Pesquisas por Telefone

Os itens abaixo dizem respeito ao conteúdo programático do processo seletivo de 2016. Alguns detalhes poderão ser alterados com a publicação do novo edital de abertura. Confira o que caiu no certame anterior:

Língua Portuguesa:

  1. Compreensão de texto;
  2. Significação das palavras: sinônimos, antônimos, homônimos e parônimos;
  3. Pontuação. Estrutura e sequência lógica de frases e parágrafos;
  4. Ortografia oficial; acentuação gráfica;
  5. Concordância nominal e verbal;
  6. Regência nominal e verbal; crase.
  7. Emprego dos verbos regulares, irregulares e anômalos;
  8. Emprego e colocação dos pronomes.

Itens sobre Conhecimentos Gerais:

  1. Relação entre a sociedade, economia e o meio ambiente: a modernização capitalista e a redefinição nas relações entre campo e cidade, o papel do Estado e das classes sociais e a sociedade urbano-industrial (urbanização) brasileira, a cultura do consumo, o Brasil diante das questões ambientais (aquecimento global e desenvolvimento sustentável);
  2. Globalização: blocos econômicos, consequências da globalização, etapas da integração econômica, Brasil na globalização;
  3. História do Brasil: Aspectos relevantes da história do Brasil, de 1930 aos dias atuais, e seus reflexos na sociedade contemporânea; Economia e sociedade brasileira;
  4. Noções de Geografia urbana;
  5. Formação Territorial e Divisão;
  6. Político-Administrativa;
  7. Dinâmica da população: migrações populacionais, área de crescimento e de perda populacional;
  8. O Agronegócio brasileiro; atividades agropecuárias e extrativas;
  9. Fontes alternativas e energia no Brasil.

Conteúdo sobre Raciocínio Lógico:

  1. Avaliação da habilidade do candidato em entender a estrutura lógica de relações entre pessoas, lugares, coisas ou eventos, deduzir novas informações e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações;
  2. As questões da prova poderão tratar das seguintes áreas: estruturas lógicas; lógica de argumentação; diagramas lógicos; aritmética, álgebra e geometria básica.
Bruno Destéfano
Diretor de redação
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »