Concurso CLDF: mais candidatos são convocados!

Novas convocações são realizadas pela Câmara Legislativa do Distrito Federal. O concurso CLDF foi realizado em 2018 e ofertou salário de até R$ 16 mil.

Concurso CLDF: fachada da Câmara

Aprovados no concurso de 2018 continuam sendo convocados - Foto: Carlos Gandra/CLDF

A Câmara Legislativa do Distrito Federal segue nomeando os aprovados no concurso CLDF, que foi realizado em 2018. Conforme publicação feita no Diário Oficial da Câmara Legislativa do Distrito Federal, 16 novos candidatos foram convocados para assumirem as vagas.

Se você tem dúvidas sobre o significado de termos como convocação, nomeação e posse, confira nosso artigo sobre o assunto.

O concurso CLDF teve um total de 102.406 candidatos inscritos. Desse total, 99.796 concorreram às vagas de ampla concorrência e 2.610 concorreram às vagas destinadas a candidatos portadores de deficiência.

Convocações do concurso CLDF

As novas convocações dos candidatos aprovados no concurso público de 2018 saíram na edição de 30 de setembro de 2020 do Diário Oficial a CLDF (clique aqui para acessar a edição extraordinária).

De acordo com a publicação, os seguintes classificados foram convocados:

  • Técnico Legislativo: 14º, 15º, 16º e 17º classificados, além do candidato classificado na posição 4, que era candidato portador de deficiência;
  • Técnico de Arquivo e Biblioteca: 1º classificado;
  • Administrador: 3º classificado;
  • Analista de Sistemas (área 4): 2º e 3º classificados;
  • Arquivista: 1º classificado;
  • Assistente Social: 1º classificado;
  • Bibliotecário: 1º classificado;
  • Odontologista (Perito): 1º classificado;
  • Consultor Legislativo (Constituição e Justiça): 3º classificado;
  • Consultor Legislativo (Saúde): 1º classificado;
  • Técnico em Enfermagem: 3º classificado.

Como foi o concurso em 2018?

Para realização do concurso CLDF e preenchimento das 86 vagas, a Câmara Legislativa do Distrito Federal divulgou cinco editais. A banca organizadora responsável pela execução do certame foi a Fundação Carlos Chagas (FCC).

Confira as oportunidades que foram preenchidas em cada um dos editais.

Edital nº 01/2018

O edital publicado foi destinado ao preenchimento de 17 vagas, todas de nível superior, no cargo de Consultor Legislativo. A remuneração ofertada foi de R$ 15.879,40 para atuação em jornada de 30 horas semanais.

Confira para quais áreas foram essas vagas:

  • Constituição e Justiça: 5 vagas;
  • Desenvolvimento Urbano: 2 vagas;
  • Direitos humanos, minorias, cidadania e sociedade: 1 vaga;
  • Educação, Cultura e Desporto: 1 vaga;
  • Finanças Públicas: 1 vaga;
  • Meio Ambiente: 1 vaga;
  • Regulação Econômica: 2 vagas;
  • Saúde: 2 vagas;
  • Tributação: 1 vaga;
  • Redação Parlamentar: 1 vaga.

Edital nº 02/2018

Enquanto que o primeiro edital trouxe vagas para Consultor Legislativo, o edital nº 02/2018 preencheu vagas para Consultor Técnico-Legislativo, que também exigiu nível superior, mas foram, como o nome indica, para áreas técnicas.

A remuneração inicial também foi de R$ 15.879,40 para 30 horas semanais e foram 37 vagas para os cargos, assim distribuídas:

  • Administrador: 4 vagas;
  • Arquiteto: 1 vaga;
  • Arquivista: 1 vaga;
  • Assistente Social: 1 vaga;
  • Bibliotecário: 1 vaga;
  • Contador: 4 vagas;
  • Economista: 1 vaga;
  • Enfermeiro: 2 vagas;
  • Engenheiro Civil: 1 vaga;
  • Engenheiro Mecânico: 1 vaga;
  • Médico (Ambulatorial/Perito): 2 vagas;
  • Médico do Trabalho: 1 vaga;
  • Odontologista (Perito): 1 vaga;
  • Pedagogo: 1 vaga;
  • Psicólogo (Área Organizacional): 1 vaga;
  • Psicólogo (Área Clínica/Perito): 1 vaga;
  • Revisor de Texto: 1 vaga;
  • Técnico em Comunicação Social (Jornalista): 1 vaga;
  • Técnico em Comunicação Social (Relações Públicas): 2 vagas;
  • Técnico em Comunicação Social (Publicitário): 1 vaga;
  • Técnico em Comunicação Social (Produtor de Multimídia): 1 vaga;
  • Analista de Sistemas (Área 1): 1 vaga;
  • Analista de Sistemas (Área 2): 1 vaga;
  • Analista de Sistemas (Área 3): 1 vaga;
  • Analista de Sistemas (Área 4): 3 vagas;
  • Taquígrafo Especialista: 1 vaga.

Edital nº 03/2018

O terceiro edital preencheu 27 vagas para Técnico Legislativo, que ofertou remuneração inicial de R$ 10.650,18 para 30 horas semanais.

Para concorrer às vagas, os candidatos necessitavam ter curso de nível médio e/ou técnico na respectiva área. Confira as categorias com vagas:

  • Técnico Legislativo: 20 vagas;
  • Técnico de Arquivo e Biblioteca: 1 vaga;
  • Secretário: 1 vaga;
  • Fotógrafo: 1 vaga;
  • Técnico em Enfermagem: 1 vaga;
  • Técnico em Manutenção e Operação de Equipamentos Audiovisuais: 2 vagas.

Edital nº 04/2018

Foi ofertada uma vaga para Consultor Técnico-Legislativo na categoria de Inspetor de Polícia Legislativa, cuja remuneração inicial foi de R$ 15.879,40 para 30 horas semanais e três vagas na categoria de Agente de Polícia Legislativa, com remuneração de R$ 10.650,18, também para 30 horas semanais.

Para disputar as vagas, os candidatos deveriam possuir CNH nas categorias B, C, D ou E e ensino médio para Agente e ensino superior em Direito para Inspetor.

Edital nº 05/2018

O edital ofertou uma vaga imediata no cargo de Procurador Legislativo. A remuneração inicial foi de R$ 15.879,40 para 30 horas semanais.

Para concorrer ao cargo, o profissional deveria possuir graduação em Direito e registro na OAB.

Como foi o procedimento de inscrição?

Os candidatos realizaram as inscrições entre os dias 25 de junho e 25 de julho de 2018 pelo link disponibilizado pela Fundação Carlos Chagas

Os candidatos de nível médio e/ou técnico tiveram que efetuar o pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 54,00, enquanto que o valor da taxa para os candidatos de nível superior foi de R$ 78,00.

Em alguns casos, os candidatos puderam solicitar a isenção da taxa de inscrição.

Etapas do concurso CLDF 2018

O concurso foi composto por várias etapas, como prova objetiva, prova discursiva, prova prática, prova de títulos, entre outras. Confira os detalhes sobre as fases que os candidatos ao concurso CLDF tiveram que enfrentar.

Prova objetiva

A prova objetiva foi composta por 60, 70, 80 ou 100 questões conforme o cargo em disputa e envolveu conteúdos de Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos.

As disciplinas cobradas na prova de Conhecimentos Gerais também variaram conforme a área da vaga, mas foram cobrados os seguintes conteúdos:

  • Língua Portuguesa;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Administrativo;
  • Processo Legislativo;
  • Realidade do DF;
  • Línguas Estrangeiras: Inglês ou Espanhol;
  • Inglês Técnico;
  • Raciocínio Lógico-Matemático;
  • Noções de Direito Constitucional, da Lei Orgânica do DF.

Prova discursiva

Confira o que foi cobrado na prova discursiva para cada uma das áreas em disputa:

  • Consultor Legislativo - Redação Parlamentar: redação de um discurso favorável, um discurso contrário e minuta de proposição com justificação;
  • Consultor Legislativo - Demais áreas: voto em parecer de mérito, voto em parecer de admissibilidade e minuta de proposição com justificação;
  • Consultor Técnico-Legislativo (Revisor de Texto e Taquígrafo): revisão de textos em dois estudos de casos;
  • Consultor Técnico-Legislativo (Demais áreas): elaboração de dois estudos de casos na área em que concorre;
  • Técnico Legislativo (todas áreas): redação;
  • Procurador Legislativo: elaboração de uma peça processual e três questões discursiva envolvendo as diversas áreas do direito.

Prova prática

Etapa realizada apenas por candidatos de alguns cargos, confira:

  • Técnico Legislativo, Técnico de Arquivo/Biblioteca e Secretário: prova de informática;
  • Fotógrafo, Técnico de Enfermagem e Técnico em Manutenção e Operação de Equipamentos Audiovisuais: prova de conhecimentos específicos do cargo;
  • Inspetor de Polícia Legislativa e Agente de Polícia Legislativa:prova de capacidade física.

Prova de títulos

Etapa aplicada somente aos cargos de nível superior de todas as áreas, a avaliação de títulos teve nota máxima de 15 pontos e foram considerados os cursos de especialização, mestrado e doutorado.

Outras etapas

Exclusivamente para Inspetor de Polícia Legislativa e Agente de Polícia Legislativa, o concurso teve outras etapas:

  • Avaliação psicológica;
  • Avaliação de conduta irrepreensível e idoneidade moral;
  • Avaliação médica;
  • Curso de formação.

A CLDF

A Câmara Legislativa do Distrito Federal possui uma característica única se comparada às demais Casas Legislativas do Brasil. Como o Distrito Federal absorve as funções de Estado e Município, a CLDF é uma mistura de Assembleia Estadual com Câmara Municipal.

Conforme determina o artigo 27 da Constituição Federal, a Câmara é composta por 24 Deputados Distritais, o que corresponde ao triplo do número de Deputados Federais do DF.

Entre as inúmeras atribuições da Câmara, podemos destacar a elaboração de matéria tributária, do plano plurianual, diretrizes orçamentárias, orçamento anual, entre outros.

Resumo do concurso CLDF

  • Órgão: Câmara Legislativa do Distrito Federal (concurso CLDF);
  • Ano do concurso: 2018;
  • Banca organizadora: Fundação Carlos Chagas - FCC;
  • Situação atual: resultado final homologado. Candidatos estão sendo convocados;
  • Nº de vagas: 86;
  • Nível de escolaridade: médio, técnico e superior;
  • Remuneração: até R$ 15 mil;

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos em Brasília diretamente no seu e-mail