Sustentabilidade: o que é, tipos, impactos e benefícios

Sustentabilidade é o termo utilizado para definir a manutenção de um sistema sem atrapalhar seu equilíbrio e está muito ligado ao uso de recursos naturais.

Sustentabilidade: a imagem mostra uma mão segurando um globo transparente com uma árvore dentro. Ao lado uma borboleta verde voando

Entenda a importância de práticas sustentáveis. - Foto: Pixabay

É muito comum encontrarmos informações sobre sustentabilidade nos mais diversos meios, e, inclusive, ver o conceito sendo utilizado por empresas e marcas que se comunicam com seus públicos através de mensagens que incentivam comportamentos de uso e consumo sustentáveis — mas será que você sabe tudo sobre o termo, sua história, os tipos diferentes de sustentabilidade e, inclusive, sobre as ações políticas desenvolvidas com base nela?

O que é sustentabilidade?

Chamamos de sustentabilidade qualquer processo de criação ou manutenção de um modelo que seja capaz de se sustentar sem comprometer o equilíbrio do sistema e, especialmente, dos recursos naturais do planeta.

Com origem do latim sustentare, a palavra sustentável pode ser definida justamente como algo que consegue sustentar, cuidar, preservar e apoiar. Dessa forma, quando dizemos que uma marca é sustentável, por exemplo, isso significa que ela trabalha de forma ecologicamente cuidadosa com relação aos meios necessários para a criação de um serviço ou produto.

O conceito de sustentabilidade foi utilizado oficialmente em 2002, durante o evento Rio+10, chamado também de Cúpula Mundial sobre o Desenvolvimento Sustentável, que ocorreu em Johanesburgo, na África do Sul.

A definição de desenvolvimento sustentável é a seguinte: “O desenvolvimento que satisfaz as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem suas próprias necessidades”.

O maior intuito do desenvolvimento sustentável é justamente atender às necessidades humanas de consumo sem comprometer a saúde do planeta — uma exploração sustentável de algum recurso natural, como a mineração de ferro, deve acontecer sem que haja a possibilidade de esse recurso se tornar extinto.

O que é ser sustentável?

Ser sustentável é colocar em prática os preceitos da sustentabilidade, ou seja, é realizar todo processo (consumo, fabricação, alimentação etc) de forma consciente a respeito dos impactos que esse processo tem no meio ambiente. Ser sustentável é, portanto, preocupar-se com os efeitos que as ações humanas têm sobre o planeta e, a partir dessa preocupação, buscar meios de reduzir ou eliminar esses efeitos.

Tipos de sustentabilidade

Como a definição de sustentabilidade pode ser ampla demais, foram criados tipos que levam em conta suas principais características em termos de políticas e suas práticas. Veja quais são esses tipos:

Sustentabilidade social

Sustentabilidade social são as políticas e medidas tomadas para que a sociedade exista e evolua de maneira sustentável, buscando o bem-estar dos cidadãos e também do meio ambiente.

Entre as políticas adotadas em relação à sustentabilidade social estão medidas para ajudar pessoas em situações precárias nos aspectos que dizem respeito à moradia, educação, alimentação, saneamento básico etc. Essas políticas têm como objetivo uma diminuição das desigualdades sociais, dos índices de violência e da falta de acesso à educação pública de qualidade.

As medidas que buscam melhorar a sustentabilidade social incluem programas de inclusão, modelos de cotas, investimento em saneamento básico, instauração de planos populares de moradia, eventos culturais gratuitos, manutenção do ensino público, programas públicos de saúde, qualificação profissional, entre outras.

Sustentabilidade ambiental e ecológica

Quando o assunto é preservar o meio ambiente e a manutenção dos recursos naturais, entra em cena a chamada sustentabilidade ambiental ou ecológica, que é focada na manutenção da saúde do planeta.

A função da sustentabilidade ambiental é propor meios de equilibrar o desenvolvimento da humanidade com os ecossistemas da natureza. Entre as políticas desse tipo de sociedade, estão medidas para conter a poluição das águas, separar o lixo e reciclar o que for possível, evitar queimadas e desmatamentos ilegais, preservar espécies de animais (estando ou não em extinção), entre outras.

A ideia é justamente colocar em prática o conceito básico de sustentabilidade, que é promover o desenvolvimento humano e social sem comprometer o atendimento às necessidades das futuras gerações em relação a recursos naturais e à preservação ambiental.

O trabalho é enorme e precisa ser constante, sempre cuidando para que os avanços tecnológicos não acabem com diferentes tipos de sistemas ecológicos.

Sustentabilidade empresarial

A sustentabilidade empresarial se dá por meio do compromisso que empresas de todos os setores e níveis de impacto fazem para preservar o meio ambiente. Infelizmente, é muito comum que o levantamento da bandeira de sustentabilidade empresarial seja feito apenas como estratégia de marketing, até mesmo porque o conceito de responsabilidade social pode ser uma métrica em termos de vantagens competitivas — marcas mais sustentáveis usam esse fato para desmerecer os concorrentes que não se posicionaram ou se posicionaram pouco a respeito do tema.

Na prática, a empresa que realmente se preocupa com questões de sustentabilidade é aquela que desenvolve medidas para ajudar a comunidade, para respeitar o meio ambiente, para diminuir o uso de materiais descartáveis, para evitar a exploração animal etc.

Existe, ainda, a sustentabilidade econômica dentro do meio empresarial, e ela se dá por meio de medidas sustentáveis de gestão financeira que favoreçam a recuperação do capital financeiro, natural e humano da marca.

Sustentabilidade econômica

Medidas de sustentabilidade econômica visam a manutenção do desenvolvimento econômico com grande diminuição no impacto ambiental e também com cuidado em relação à qualidade de vida de todo cidadão.

As políticas de sustentabilidade econômica incluem, por exemplo, o uso de energias renováveis e um cuidado maior com a fiscalização de pessoas ou empresas em relação a crimes ambientais.

Desenvolvimento sustentável

Vivemos em uma sociedade capitalista que valoriza e incentiva o consumo em si e, inclusive, o excesso de consumo. Pensar em desenvolvimento sustentável é buscar a implementação de medidas que visem o incentivo à preservação do meio ambiente e que atuem como forma de conscientização sobre a necessidade de se fazer isso.

É possível, sim, que a realidade capitalista seja mais sustentável, contanto que cada vez mais empresas dos setores públicos e privados aceitem discutir as abordagens necessárias para que haja adaptações em relação aos mais diversos tipos de produção industrial e utilização de recursos naturais.

Ter como objetivo a preservação ambiental para as gerações futuras é a base para qualquer tipo de desenvolvimento sustentável.

Importante saber que o conceito de desenvolvimento sustentável foi apresentado pela primeira vez em um relatório produzido pela Comissão Mundial sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, em 1987 — nomeado Relatório de Brundtland ou Nosso Futuro Comum.

Foi deste documento que retiramos a definição que está no início deste artigo, e que diz que desenvolvimento sustentável é aquele “que satisfaz as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades”.

  • O mesmo documento aponta as medidas necessárias para que o desenvolvimento sustentável possa ser colocado em prática, levando em conta o atendimento das necessidades básicas da população em relação a:
  • Saúde
  • Educação
  • Alimentação
  • Moradia

A discussão sobre o assunto culminou na divulgação de uma agenda, pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2015, que lista 17 metas a serem colocadas em prática por todos os países do mundo até o ano de 2030. O objetivo da divulgação dessa agenda é finalmente chegarmos a um desenvolvimento humano sustentável.

O documento apresenta medidas que precisam ser colocadas em prática o quanto antes, tais como:

  • O fim de todas as formas de pobreza;
  • A erradicação da fome;
  • A implementação de medidas de segurança alimentar;
  • A prática de agricultura sustentável;
  • A garantia de uma vida saudável às populações do mundo;
  • O bem-estar social para pessoas de todas as classes e idades.

O conceito de desenvolvimento sustentável, no entanto, recebe críticas de muitos setores e estudiosos que acreditam ser impossível o desenvolvimento de uma economia que não cause qualquer tipo de dano ou prejuízo ao meio ambiente.

Esse outro ponto de vista sobre a sustentabilidade prefere defender uma noção mais realista do ponto de vista capitalista: a de que é impossível proporcionar desenvolvimento socioeconômico sem prejuízos, considerando aumento populacional e maiores demandas de consumo. Neste cenário, o ideal seria, então, a defesa da sustentabilidade sempre que possível, mas não como regra.

Tripé da sustentabilidade

Existem três vertentes principais que fundamentam o conceito de sustentabilidade: ecológico, econômico e social. Veja, na tabela abaixo, quais medidas estão relacionadas com cada um desses setores

EcológicoEconômicoSocial
Educação ambientalCompetitividade de mercadoRespeito aos Direitos Humanos
Preservação dos recursos naturaisTransparência administrativaEnvolvimento comunitário
Redução do desperdícioProsperidade financeiraPriorização do bem-estar social
Preferência pelo uso de energia limpa e renovávelRelação respeitosa com funcionários, fornecedores e a sociedade como um todoRespeito às bases éticas da sociedade
BiodiversidadeProjetos de crescimento que levem em conta a preservação ambiental e o bem-estar socialInvestimentos em políticas públicas e que sejam de inclusão social
Erradicação dos impactos ambientais

Uma nova definição de sustentabilidade

O pesquisador Dr. Christoph Rupprecht, do Instituto de Pesquisas para a Humanidade e a Natureza, em Quioto, no Japão, liderou uma pesquisa que sugeriu a necessidade de uma definição atualizada para o conceito de sustentabilidade.

De acordo com o estudo, é preciso que a sustentabilidade seja voltada também para outros seres vivos, além dos humanos. Os pesquisadores defendem a ideia de que houve uma grande falha nas discussões sobre o tema até hoje, uma vez que não foram consideradas todas as outras espécies que fazem parte do meio ambiente.

A proposta consiste no reconhecimento da relação de interdependência dos seres humanos com todos os outros seres existentes no planeta, por meio do que está sendo chamado de sustentabilidade multiespécies.

O novo conceito pretende incluir, dentro das definições de desenvolvimento sustentável, uma revisão acerca do espaço verde urbano, fundamentada em estudos e descobertas recentes sobre o microbioma e nas políticas de saúde pública.

A partir disso, a expectativa é a de que, de agora em diante, possam ser pensadas medidas que levem em consideração todas as espécies do planeta.

Quais são os principais benefícios da sustentabilidade?

A discussão sobre sustentabilidade e a aplicação de seus conceitos em todas as esferas sociais é fundamental para a garantia de qualidade de vida para todas as pessoas. Entre os benefícios que a sustentabilidade pode trazer para a população, estão:

  • Diminuição nos níveis de poluição nos rios, na terra e na atmosfera;
  • Preservação dos recursos naturais (oceanos, florestas, fontes de energia);
  • Proporcionar dignidade e qualidade de vida a todas as pessoas.
  • Evitar catástrofes naturais de grandes proporções, uma vez que muitas delas são provocadas por impactos ao meio ambiente, como é o caso do aquecimento global.
  • Consumo ecologicamente correto graças a empresas sustentáveis.

Exemplos de sustentabilidade

Medidas sustentáveis podem ser colocadas em prática por indivíduos e instituições públicas e privadas, tanto local quanto globalmente. Entre as práticas de sustentabilidade, temos:

  • Ações individuais: economia de água; diminuição no uso de plástico; menor consumo de carne vermelha; escolha de produtos biodegradáveis; separação do lixo para a coleta seletiva; reciclagem; diminuição do uso de carros.
  • Ações comunitárias: são feitas por meio da reunião de pessoas que, juntas, discutem formas de melhorar comunidades, escolas, parques e outros ambientes de uso coletivo.
  • Ações globais: limitação do crescimento da população; garantia de alimentação; preservação do meio ambiente; redução do uso de energia; criação de tecnologias verdes (que usem energia renovável); maior produção industrial sustentável em países não industrializados; abertura de unidades de preservação e conservação.

Educação ambiental

O conceito de educação ambiental consiste principalmente na divulgação de medidas, propostas e dados a respeito da conscientização a respeito do uso de recursos naturais e dos impactos ambientais que as atividades humanas têm.

A função da educação ambiental é conscientizar todas as pessoas acerca da necessidade de preservação do meio ambiente, para que todos possam repensar suas atitudes em relação ao consumo e à própria existência enquanto seres que compõem um grande ecossistema.

A educação ambiental tem o objetivo de promover práticas sustentáveis e de reduzir os danos que o desenvolvimento humano causa à natureza.

Vídeos sobre sustentabilidade

O que é essa tal de sustentabilidade?

Neste vídeo produzido para o TEDx Talks, o comunicador Saulo Chielle fala com a plateia a respeito de sustentabilidade, seus conceitos, suas aplicações e a forma como a preservação do meio ambiente é responsabilidade de todos.

Rio+20 Desafios da sustentabilidade

Narrado pela atriz Fernanda Montenegro, este vídeo mostra, de uma forma poética, que a necessidade de uma vida sustentável é inegável. Com imagens e um texto que recupera os caminhos do desenvolvimento da vida humana, a produção consegue nos fazer visualizar por que precisamos, urgentemente, de desenvolvimento sustentável.

Impactos ambientais e sustentabilidade

Aqui, no vídeo produzido pelo canal Descomplica, temos uma aula breve, mas muito completa, sobre a relação do desenvolvimento humano e tecnológico com os impactos ambientais, assunto base quando falamos em sustentabilidade.

Sustentabilidade e desenvolvimento sustentável no ENEM

No vídeo do canal Biologia Total, temos a temática da sustentabilidade e do desenvolvimento sustentável abordada em relação à prova do ENEM, que costuma falar sobre o assunto com frequência tanto nas questões gerais quanto em propostas de redação.

Conhecer os conceitos de sustentabilidade e entender por que há uma enorme urgência em debater sobre o assunto é algo necessário para todas as pessoas, mas, se você estiver se preparando para alguma prova ou concurso, esse conhecimento é ainda mais importante. Esperamos que este material tenha sido útil!

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »