Concurso Diplomata: Edital com 20 vagas para Terceiro-Secretário

Edital para ocupação de 20 vagas de Terceiro-Secretário. Concurso Diplomata vai ser realizado pelo Instituto Rio Branco em parceria com o IADES.

Por meio do edital nº 1/2019, o Ministério da Relações Exteriores (MRE) estabeleceu as normas para o concurso de admissão à carreira de Diplomata de 2019, com 20 vagas na classe inicial de Terceiro-Secretário. O concurso Diplomata está sob os cuidados do Instituto Rio Branco, desta vez com o auxílio do Instituto Americano de Desenvolvimento - IADES.

A remuneração inicial no Brasil para os selecionados e efetivados será de R$ 19.199,06 (valor bruto). A esses servidores competirão atividades de natureza diplomática e consular, em seus aspectos específicos de representação, negociação, informação e proteção de interesses brasileiros no campo internacional.

Do total de vagas, 15 são de ampla concorrência, quatro para candidatos negros e uma para candidatos com deficiência.

Requisitos básicos

Para disputar uma das vagas, é necessário: ser brasileiro nato; estar no gozo dos direitos políticos; estar em dia com as obrigações militares (se candidatos do sexo masculino); e estar em dia com as obrigações eleitorais.

Além disso, o interessado deve: possuir diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área; ter idade mínima de 18 anos; e apresentar aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo, algo que será verificado por exames.

Inscrição

Os candidatos podem se inscrever exclusivamente por meio de formulário próprio localizado no site do IADES (http://www.iades.com.br), dentro do período compreendido entre as 8h de 17 de julho e 23h59min de 12 de agosto de 2019.

Para concluir o processo, é necessário pagar o valor de R$ 208,00.

Provas do Concurso Diplomata

O concurso consistirá de duas fases, a primeira delas de prova objetiva, de caráter eliminatório. Esta conterá questões sobre língua portuguesa, língua inglesa, história do Brasil, história mundial, política internacional, geografia, economia, direito e direito internacional público.

A segunda fase será de provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório. Desta vez, as questões versarão sobre língua portuguesa, língua inglesa, história do Brasil, geografia, política internacional, economia, direito, direito internacional público, língua espanhola e língua francesa.

A prova objetiva da primeira fase será aplicada nas capitais dos 26 estados da Federação e no Distrito Federal, no dia provável de 8 de setembro de 2019, em dois períodos. O gabarito oficial preliminar tem previsão de saída na mesma data, após as 22 horas.

Para participar da segunda fase, serão convocados 200 candidatos classificados dentro dos números proporcionais previstos no edital, respeitados os empates na última colocação.

Concurso tornou-se mais democrático nos últimos anos

O próprio Itamaraty tem avaliado que o acesso à carreira tornou-se mais democrático. Nos últimos anos, aumentou a parcela de candidatos oriunda de outras regiões do país, e não apenas da região Sudeste.

Além disso, nos últimos cinco anos o concurso vem reservando 20% das vagas para candidatos negros. O número de mulheres na carreirra também vem aumentando.

Edital completo e todas as atualizações que forem disponibilizadas devem ser atentamente acompanhados no site do IADES.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos MRE diretamente no seu e-mail