Concurso ANS 2017 em foco

Se aprovado o Orçamento 2017, passaremos a contar com um provável concurso público com oferta de 231 vagas na Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS.

Para quem busca independência financeira em um tempo de crise econômica nacional, nada melhor do que perseverar nos estudos para os concursos públicos. Pelo menos estes continuam sendo a via de acesso mais garantida para a estabilidade, apesar das atuais tendências de redução da "máquina pública", "esvaziamento do Estado", "redução das despesas com pessoal no serviço público", entre outras discussões.

Com a proximidade do ano novo, muita gente começa a avaliar as perspectivas mais reais possíveis de abertura de concursos na área federal. Uma dessas promessas para 2017, sem dúvidas, é o concurso para a ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar, que inclusive está previsto no Orçamento federal, a ser votado até dezembro de 2016.

Se aprovado o Orçamento, passaremos a contar com um provável concurso público com oferta de 231 vagas para cargos de nível superior, nas carreiras de Analista Administrativo e possivelmente de Especialista em regulação de Saúde Suplementar. Como a sede da ANS fica no Rio de Janeiro, é possível que a maioria dessas vagas sejam para lá direcionadas, havendo outras para outros estados, como Pará, Mato Grosso, Bahia e São Paulo.

O requisito principal para concorrer a esses cargos é ter o diploma de conclusão de curso do nível superior em qualquer área, proveniente de universidade credenciada pelo MEC. O salário para Analistas, em valores aproximados para o momento atual, é de cerca de R$ 11 mil, valor que poderá ser ampliado, dependendo da avaliação de desempenho do servidor. Já para o cargo de Especialista, o salário inicial ultrapassa os R$ 11,9 mil e pode chegar a até R$ 13,6 mil, conforme a gratificação e a performance profissional. Sem falar no auxílio-alimentação de R$ 458,00.

O PLOA (Projeto de Lei Orçamentária Anual) pode até prever o concurso (ou a provisão de vagas), mas uma possível autorização ministerial somente deverá ser publicada nos idos do segundo semestre de 2017.

No concurso passado (2013), a organização ficou sob a responsabilidade do Cespe/UnB e contemplou uma prova objetiva, uma prova discursiva e um teste prático. A quantidade de oportunidades daquele ano foram menores: 81 vagas distribuídas para Analista Administrativo, Especialista em regulação de Saúde Suplementar, Técnico Administrativo e Técnico em regulação de Saúde Suplementar.

Nunca é demais voltar a lembrar do princípio básico dos que perseverarão na expectativa desse concurso: é recomendado que o concurseiro já possua um plano de estudos esquematizado, para estudar com paciência e, claro, muita folga. Para isso, reler e refazer as provas passadas, inclusive as de outras bancas organizadores que potencialmente poderão ser sondadas, no monento da licitação.

Tópico: ANS

Compartilhe

Comentários

Mais Concursos no Brasil em foco

Especial Concurso BB

Veja mais »