Características da Fundação Carlos Chagas (FCC)

De maneira geral, as provas da FCC, possuem nível intermediário de dificuldade. Isso faz com que a nota de corte seja um pouco mais alta, haja vista que há maior média de pontos dos concorrentes.

A Fundação Carlos Chagas é uma instituição de utilidade pública sem fins lucrativos, que atua em âmbito municipal, estadual e federal. A princípio, na década de 60, a FCC surgiu a partir da iniciativa de um grupo de professores que buscavam maior legitimidade nos processos seletivos de vestibulares. Nessa época, surgiu o “Centro de Seleção de Candidatos às Escolas Médicas e Biológicas”, que logo se tornou uma fundação, e recebeu o nome de Carlos Chagas.

Após sua criação, rapidamente a FCC expandiu suas atividades, sendo responsável pela realização de diversos processos seletivos para instituições públicas e privadas. E a partir de 1971 começaram a desenvolver também pesquisas cientificas. 

Principais concursos realizados pela FCC

A FCC já realizou inúmeros concursos nas mais diversas áreas, principalmente os do Poder Judiciário. Eis alguns certames recentes organizados pela banca:

-SANASA - Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento (2017);

-CRM-SP - Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (2017);

-Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (2017);

- Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (2017);

- PMMG - Carreira Civil da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais (2017);

- SAPESP - Companhia de Saneamento Básico do Estado de SP (2016);

-Defensoria Pública do Estado do Espírito Santo (2016);

-Assembléia Legislativa MS (2016);

-Concurso Eletrosul (2016);

-Concurso Aberto TCE – SP (2015);

- IBCPF - Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros (2016);

- INSS - Instituto Nacional do Seguro Social (2015);

- Ministério Público dos seguintes estados: Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Amapá, Ceará, Amazonas e outros (2016, 2013, 2014, 2013, 2015 e 2013, respectivamente). 

Características das provas, estilos de questões, dificuldade

Uma das características mais observadas pelos professores e candidatos que lidam com as provas da FCC é a utilização de praticamente todo o conteúdo pedido no edital. Isso implica na diluição do conteúdo ao longo da prova e, consequentemente, requererá do candidato um conhecimento de amplo espectro do conteúdo programático exigido, além de treinamento por questões de concursos anteriores. Essa familiaridade com as questões pode fazer muita diferença.

Também se percebe que as provas da FCC possuem nível intermediário de dificuldade. Isso faz com que a nota de corte seja um pouco mais alta, haja vista que há maior média de pontos dos concorrentes. No entanto, existem também questões com alta complexidade, embora não seja a regra.

Ainda com relação ao nível de dificuldade, professores e candidatos experientes também ressaltam que, nas provas desta instituição, o grau de dificuldade está muitas vezes ligado ao nível de escolaridade e ao cargo. Ou seja, há um esforço contínuo da banca em adequar essa característica. Assim, obviamente, o que vai ser exigido para um cargo de nível médio será menos complexo do que para um cargo de nível superior.

Outro aspecto importante é que a nota do candidato é contabilizada pelo número de acertos, não havendo descontos nas acertadas, como algumas outras instituições fazem. As provas contêm um número fixo de questões fechadas, as quais possuem em torno de cinco opções, podendo ser pedido a opção correta ou incorreta. Por isso, é importante que o candidato não se confunda.

Nas provas de português, exige-se muita atenção, pois a maioria traz textos longos que podem deixar a prova "cansativa". Nesse aspecto, o controle do tempo pelo candidato é fundamental e uma maior concentração nas questões de enunciados mais extensos. Os conteúdos mais recorrentes nesta matéria são interpretação de textos e conteúdos normativos.

Já nas provas de direito, é recomendável que o candidato estude por materiais objetivos e também faça a releitura das leis solicitadas no edital. Existem muitas questões feitas pela FCC, que contém pequenas alterações em uma parte da lei, o que pode levar ao erro. Por essa razão, é preciso atentar e não deixar de estudar alguma das legislações especificadas no edital.

Por fim, nas provas de informática, são pedidas muitas questões "práticas", que implicam em um relativo conhecimento prático de comandos, interpretações, programas e usos funcionais da informática. Isso tem o objetivo de verificar se os candidatos dominam algo além da simples memorização teórica. Desta forma, é recorrente nas provas (nível médio) a cobrança de questões sobre as ferramentas de produtividade e seus usos no ambiente de escritório. Porém, se o concurso for específico para a área de Tecnologia da Informação (TI) observa-se um grande aumento da complexidade das questões.

Deixe o seu comentário

Formulario para Comentário

Mais Guia do Concurseiro