Noções de Administração de Materiais e Logística

Noções de Administração de Materiais e Logística para a provas de diferentes concursos públicos, entre os quais aqueles de universidades federais.

Nos concursos públicos para o cargo de Assistente de Administração, tanto da UFERSA 2016, quanto de outras universidades federais, são necessários conhecimentos específicos, principalmente no que diz respeito às noções de materiais e logística para o curso de Administração. Então, se você quer se preparar para essa carreira pública, convidamos você a conhecer alguns conceitos e se dar muito bem na prova!

O que é Administração de Materiais

Em primeiro lugar, é preciso compreender o conceito de Administração de Materiais. O objetivo dessa área é usar os recursos, nesse caso, os materiais, para que sejam otimizados, diminuindo o custo e aumentando a economia em relação à logística. Essa área visa dimensionar os materiais da empresa de forma que sejam fáceis de localizar e ser utilizados, seja para a contagem do estoque, venda e compra de fornecedores.

A Administração de Materiais engloba também:
•    Distribuição de materiais;
•    Almoxarifado;

Nesse conceito, incluem-se os recursos materiais e os recursos patrimoniais. Enquanto o primeiro são materiais que têm vida útil estipulada, como o caso de materiais físicos que são utilizados pela empresa, o segundo são bens que são permanentes. Em ambos os casos, o objetivo dessa área é evitar o desperdício do material e maximizar o seu uso.

Mais funções da Administração de Materiais:

•    Compras (contratos e licitações);
•    Transporte;
•    Armazenagem e conservação;
•    Manipulação e Controle de estoques;

Resumindo: esse conhecimento específico atua em três aspectos no processo de produção: quantidade (deve atender à necessidade do cliente e empresa), tempo (disponibilidade de material) e a localização (ferramentas devem estar no ambiente perto do local que se utiliza o material, para a sua produção).

Para que tudo dê certo, os materiais precisam ser classificados conforme a abrangência, praticidade e flexibilidade, obedecendo aos princípios de catalogação, simplificação, especificação, normalização, padronização e codificação.

E a Logística?

Pois bem, a logística é um processo muito comum nas empresas, porque tem como objetivo coordenar e implementar certos procedimentos que visem ao fluxo de material e de informações, de forma que eles sejam utilizados de maneira eficiente sempre. Para isso, leva-se em conta a necessidade dos clientes e a otimização da cadeia de suprimentos. A logística tem como foco:

•    Inventários;
•    Distribuição;
•    Produção;
•    Compras e Vendas;
•    Processos de negócios;

Desde os anos 2000, a logística começou a ser chamada de Logística Integrada, uma vez que ela é responsável pela administração dos materiais e a operação do negócio, de forma interna e externa. É na logística que há as atividades primárias e as atividades de apoios. As primárias são aquelas que consistem em reduzir os custos e otimizar os processos na área de transporte, gestão de estoques e pedidos, além da armazenagem. E as de apoio buscam fidelizar os clientes, aprimorando o manuseio de materiais, integrando sistemas de informação e planejando estratégias.

Com isso, pode-se dizer que a administração de logística visa aumentar a qualidade da empresa ou setor público, proporcionando a satisfação do cliente/cidadão. A organização busca qualidade total na cadeia de suprimentos, começando pelos fornecedores, produção, distribuidores, recursos humanos, fluxo de informação e chegando aos clientes/cidadãos. A Administração de Materiais e de Logística são interdependentes e muito importante para a gestão empresarial e, claro, para a gestão do setor público!

Compartilhe

Comentários

Mais Dicas