Quais as três perguntas mais importantes em uma entrevista de emprego?

De acordo com um artigo de Paul Keijzer, CEO e especialista na área de recrutamento, publicado no site Business2Community, a primeira pergunta a ser feita é aquela do tipo “Fale-me sobre você”.

Uma breve incursão naquilo que seja básico aprender sobre entrevistas de emprego nos leva, a concluir, de antemão, que engana-se quem pensa ser “Qual o seu nome?” a primeira pergunta a ser feita. Há três perguntas que são cruciais para qualquer entrevista de emprego, independentemente do perfil profissional buscado ou da conjuntura econômica do país ou da corporação.

De acordo com um artigo de Paul Keijzer, CEO e especialista na área de recrutamento, publicado no site Business2Community, a primeira pergunta a ser feita é aquela do tipo “Fale-me sobre você”.

Com tal indagação, o consultor diz que uma das primeiras metas é sondar a confiança do candidato. “Há um grande número de pessoas que respondem com ‘O que você gostaria de saber?’, mas essa realmente não é a resposta que eu estou procurando. Eu não quero ouvir muito sobre a vida pessoal de alguém - um pouco é sempre bom, mas especificamente quero ouvir sobre o quão bem eles podem se enxergar dentro da minha empresa e o quanto ele poderá se ajustar ao trabalho que tenho por eles.

Além de ser capaz de revelar o nível de segurança do candidato, a pergunta pode revelar se o candidato fez o dever de casa: investigar sobre a empresa, se preparar um pouco para o que pode vir na entrevista.

 A segunda pergunta é “Conte-me sobre um momento em que você falhou quando precisava atingir um objetivo”.

Ela substitui melhor a pergunta "Qual é o seu ponto forte e o seu ponto fraco?" Do jeito que está formulada, é possível compreender como essa pessoa analisa seus próprios fracassos. Não é sobre como que ela falhou ou até mesmo por que ela falhou, mas sim, o que o candidato conseguiu aprender com essa falha, se ficou bem e como ele aplicou a lição no futuro. “Se o candidato puder dizer essa última parte sem ser solicitado, ele tem boa chance de ser contratado, segundo o especialista.

A terceira e última pergunta é “Conte-me sobre uma vez em que você conseguiu realizar plenamente uma tarefa difícil”.

Paul Keijzer conclui dizendo que pede isso em vez de perguntar "Por que devemos contratar você?" “O insight que esta pergunta fornece é a forma como o candidato lida com desafios e pressões. Eu quero ver o que eles consideram ser uma tarefa difícil e os componentes específicos dessa tarefa. Ela me permite avaliar se o candidato tem desafios a enfrentar no relacionamento interpessoal, diante de prazos apertados, de recursos limitados ou de grandes projetos. Isso me dá uma visão sobre os pontos fracos dessa pessoa e sobre como ela poderá resolver dificuldades que percebe serem desafiadoras.

Conclusão

A tarefa de entrevistar tem dois lados, que de fato se assemelham: de um lado, o candidato, com o pleno interesse em detectar aquilo que ficou implícito nas perguntas; do outro, o entrevistador, que encara a entrevista como a própria oportunidade de esmiuçar um pouco as linhas e entrelinhas daquilo que foi respondido. “No pouco tempo que têm com o candidato, todos os entrevistadores estão tentando extrair o máximo de informações possível” Daí ser também, a entrevista, uma faca de dois gumes: em um, fica a pergunta propriamente dita; em outro, aquilo que ele realmente está procurando”.

 Editado com base no artigo “The 3 Most Important Interview Questions You Have To Ask”: http://www.business2community.com/human-resources/3-important-interview-questions-ask-01219723

Por Alberto Vicente Silva

 

Compartilhe

Comentários

Mais Dicas